Uma das escolhas de Verão da CBS foi “Salvation”. Agora que a temporada de treze episódios acabou contamos-te se vale a pena.

Pensada para fãs de ficção científica e conspirações, “Salvation” conta a história de um jovem americano e de um génio milionário (claramente inspirado em Elon Musk) na luta contra o tempo para salvar o nosso planeta da colisão com um asteróide. Acompanhamos também o Secretário da Defesa Harris Edwards que tenta manter a calma e ordem, e Grace Barrows, secretária da imprensa do Pentágono. É uma corrida contra o tempo pois faltam 186 dias para o asteróide colidir com a Terra.

Publicidade

A série tinha o potencial de ser a primeira a tratar um assunto tão mal executado anteriormente num verdadeiro sucesso.  No entanto, “Salvation” não consegue cativar devido à sua previsibilidade, ao imenso uso de clichés e ao drama demasiado teatral.

O elenco conta com Jennifer Finnigan (Grace Barrows), Ian Anthony Dale (Harris Andrews) e Santiago Cabrera (Darius Tanz). Infelizmente, o argumento não deixa nenhum deste actores brilhar já que as suas personagens parecem isso mesmo, personagens, e não pessoas reais no nosso mundo. O diálogo é fraco e as escolhas das personagens irreais. O teatralismo e as teorias de conspiração pouco criativas estragam a acção e os poucos momentos em que as personagens se emocionam.

Apesar de o último episódio ter acabado com um pouco de suspense, ainda não há novidades sobre o seu futuro. “Salvation” é a típica série de Verão que só acompanhas porque estás de férias. Ainda não foi desta que a CBS conseguiu criar uma série de ficção científica interessante e relevante.