O filme “Quase Famosos” de Cameron Crowe, é um filme espetacular, de visualização obrigatória. Certifica-te apenas de que tens umas boas colunas contigo, pois outra coisa que não podes perder é esta incrível banda sonora.

Esta é a história de William Miller (Patrick Fugit), um jovem rapaz que vê a sua vida dar uma reviravolta cultural assim que a sua irmã (Zooey Deschanel) sai de casa e lhe deixa como “legado” os seus álbuns de rock, que a mãe reprimia e condenava. A música a partir desse momento foi uma constante na sua vida, pelo que ele começou a escrever pequenas publicações na sua cidade.

William, pouco tempo depois, conhece Lester Bangs, um crítico de rock da época que lhe diz algo essencial relativamente aos artigos que escreve: “Sê honesto e impiedoso”. Não demora muito até que a revista “Rolling Stone” convide William para colaborar com eles.

O jovem escritor sugere escrever sobre os “Stillwater”, uma banda promissora, pelo que este os acompanha na sua tour e os vai entrevistando. Durante a tour, Willian apaixona-se por Penny Lanne (Kate Hudson), uma linda e interessante fã que os acompanha também, mas que tem uma grande paixão por Russel Hammond (Billy Crudup), um dos membros da banda.

Este filme é um registo semi-autobiográfico da vida do realizador Cameron Crowe, enquanto jovem repórter da revista “Rolling Stone“. O grupo com quem Crowe fez a sua primeira tour foi com os “The Allman Brothers Band“. Esteve inclusive num desastre aéreo quase fatal enquanto viajava com os “The Who“. A personagem Russell Hammond é baseada no músico e compositor Glenn Frey dos “The Eagles“.

A banda sonora é um dos aspetos mais importantes a ter em conta neste filme. Conseguimos perceber isso quando normalmente um filme gasta menos de 1,5 milhões de dólares e este ter ultrapassado esse registo com a modesta quantia de 3,5 milhões de dólares.