A estreia de “Mulher-Maravilha 1984” nos cinemas foi oficialmente adiada pela Warner Bros. de junho para agosto, na esperança de que as condições de segurança estejam reunidas nessa altura.

Em Portugal, o filme estava previsto chegar aos cinemas a 4 de junho, mas a nova data aponta agora para dia 13 de agosto, esperando que nessa altura as preocupações e medidas anunciadas devido ao Covid-19 já estejam ultrapassadas.

Em declarações, o Presidente do Conselho de Administração da Warner Bros. Pictures, Toby Emmerich disse à The Wrap:

“Quando demos luz verde a “Mulher-Maravilha 1984″ foi com a melhor das intenções de que fosse visto no grande ecrã e estamos entusiasmados por anunciar que a Warner Bros. trará o filme para os cinema a 14 de agosto [no caso do mercado norte-americano]. Esperamos que o mundo seja um lugar mais seguro e saudável nessa altura.”

A atriz Gal Gadot reagiu igualmente à notícia através da sua conta de Twitter.

A Warner Bros. anunciou ainda que três outras estreias planeadas para o verão serão também adiadas: o filme de John M. Chu “Ao Ritmo de Washington Heights” (baseado no musical de Lin-Manuel Miranda com o mesmo nome), o filme de animação “Scooby!” e o thriller de James Wan “Malignant”, todos eles ainda sem novas datas de estreia.

Com base no sucesso do primeiro “Mulher-Maravilha”, bem como as mais recentes aventuras em solo do Universo DC, espera-se que a sequela de Patty Jenkins seja um enorme sucesso de verão e que atinja a marca do 1 bilião de dólares em receitas globais, contando com um orçamento de base de 200 milhões.

“Mulher-Maravilha” tornou-se num enorme sucesso para a Warner e catapultou Gal Gagot para a fama internacional, já para não falar de exponenciar um símbolo de heroísmo feminino.

Vê também: Sequela de “Minions” e spin-off de “Saw” adiados, entre outros…

Passada durante os últimos anos das tensões da Guerra Fria, a sequela contará a história de Diana Prince (Gal Gadot) ao entrar no conflito com a União Sovética e indo ao encontro de uma nova inimiga, a vilã Cheetah (Kristen Wiig).

Patty Jenkins retorna ao posto de realizadora e co-argumentista (em conjunto com David Callaham), a par dos atores Chris Pine como Steve Trevor, Pedro Pascal e Natasha Rothwell, também anunciados no elenco do filme.