Ramen Shop, ou na tradução portuguesa Negócio de Família (2018), de Eric Khoo, trata-se de um drama familiar, mas mais do que isso é um segmento transformativo da vida de um jovem adulto e um apertar de mãos entre culturas.

O argumento engana a princípio e mostra-se surpreendente no decorrer da longa-metragem. Sem sabermos nada ou muito pouco sobre a história pensamos que o protagonista vai ser o pai de família, mas rapidamente as sequências dão a volta ao texto e não demora muito para termos o verdadeiro protagonista isolado. Acompanhamos Masato (Takumi Saito), um jovem cozinheiro do Japão que subitamente vê-se encarregue do negócio familiar – o filme já dá a dica do que se trata.

Masato trabalha com o pai e o tio no restaurante da família, onde a especialidade é ramen – uma sopa japonesa que leva diversos ingredientes. É-nos apresentado desde logo o background do jovem – ficou órfão de mãe e convive com o pai que ficou desolado com a perda da esposa.

Subitamente tudo muda e Masato descobre uma vontade interior – revisitar Singapura, a terra da sua mãe e local onde os seus pais se apaixonaram. É nesta viagem que o realizador aproveita para nos contar duas narrativas paralelas – não só acompanhamos a experiência de redescoberta do protagonista, como através de flashbacks temos acesso à história de amor dos pais de Masato.

Na narrativa que retrata o presente, o jovem encontra um conflito familiar por resolver com a sua avó materna. Neste ponto, a história faz referência à Segunda Guerra Mundial, especificamente à Batalha de Singapura e às suas consequências.

Além do filme ser didático neste aspeto, ainda dá a ver que o orgulho não leva a lugar nenhum. Não há nada como a paz e a possibilidade de conhecer e saborear as especificidades de cada cultura.

Sem meias medidas, com um subtexto dramático bem trabalhado, uma banda sonora clássica a condizer com planos longos e close-ups em comida tipicamente japonesa e singapuriana, Khoo entrega uma experiência audiovisual completa e deliciosa.

P.S: Aceitem o meu conselho. Não vejam o filme de estômago vazio.

“Ramen Shop – Negócio de Família”, distribuído pela Films4You, encontra-se em exibição nos distritos de Lisboa, Porto, Braga, Santarém e Setúbal.