Ninguém consegue imaginar um bom filme de terror sem uma excelente banda sonora de fundo. Instrumentais que mexem com os sentimentos dos espectadores e que dão suspense e tensão às cenas, fazendo assim com que música seja a parte mais importante de um filme deste género.

Publicidade

Por isso, eu hoje decidi relembrar:

As melhores músicas de filmes de terror que marcaram gerações

1. The Shower

Filme: Psico

Ano: 1960

Realizador: Alfred Hitchcock

Compositor: Bernard Herrmann

Vocês conseguem imaginar uma das cenas mais icónicas do cinema sem nenhuma música de fundo? Eu não. Só que no início Alfred não pretendia pôr nenhuma música de fundo nessa cena. No entanto, o realizador decidiu o contrário e incluiu a ideia de Bernard Herrmann e a cena ganhou uma outra vida. O som do violino faz parecer que o movimento da faca de Norman Bates (interpretado pelo ator Anthony Perkins) e até mesmo os gritos de Marion Crane (Janet Leigh) estão ao ritmo da música, causando ainda mais sofrimento a quem está a ver a cena.

2. Halloween

Filme: Halloween

Ano: 1978

Realizador: John Carpenter

Compositor: John Carpenter

Tendo John Carpenter baixo orçamento para realizar o primeiro filme da franquia, o realizador não só dirigiu o filme como também foi o responsável por compor a banda sonora que acompanha as cenas do serial killer Michael Myers.

3. The Exorcist

Torna-te num artista digital e trabalha com a indústria de Hollywood.

Filme: O Exorcista

Ano: 1973

Realizador:William Friedkin

Compositor: Mike Oldfield

A música “Tubular Bells”, do compositor Mike Oldfield, tornou-se numa das músicas mais famosas do cinema, sendo, inclusive, considerada uma das melhores músicas de filmes de terror. Foi ela que também deu reconhecimento ao então jovem compositor, que tinha 19 anos quando gravou o seu 1 álbum com o mesmo título.

Inicialmente, a música escolhida foi uma composta pelo renomado compositor Lalo Schifrin, mas o estúdio acabou por a rejeitar pois assustou as pessoas que assistiram ao trailer.

4. A Nightmare On Elm Street

Filme: Pesadelo em Elm Street

Ano: 1984

Realizador: Wes Craven

Compositor: Charles Bernstein

Quem já viu o filme “Pesadelos em Elm Street” recorda-se dele por causa da personagem Freddy Krueger (interpretado na época pelo ator Robert Englund), do seu jeito sádico e da maneira como ele fazia os jogos psicológicos com as suas vítimas. A banda sonora de Charles Bernstein é composta por sintetizadores e ruídos que deixam o filme com maior suspense e medo.

5. O Bebé de Rosemary

Filme: O Bebé de Rosemary

Ano: 1968

Realizador: Roman Polanski

Compositor: Krzysztof Komeda

Roman Polanski conseguiu fazer uma boa parceria com o também compositor e pianista polaco Krzysztof Komeda, no qual o seu estilo era voltado para o jazz, compondo assim para quatro filmes do diretor. O último foi “O Bebé de Rosemary”. Komeda morreu no ano seguinte, em 1969, após um acidente que o deixou em coma.

6. “The Shining”

Filme: Shining

Ano: 1980

Realizador: Stanley Kubrik

Compositor: Wendy Carlos, Rachel Elkind

A banda sonora de “O Iluminado” consegue levar o espectador para a atmosfera do suspense desde a sua primeira cena. Durante todo o filme de Kubrick, o instrumental mostra um lado mais sufocante e alucinante da mente da personagem Jack Torrance e do ambiente sombrio do hotel, servindo até mesmo como uma tradução dos acontecimentos da cena.

7. “Ave Satani”

Filme: A Profecia

Ano: 1976

Realiazor: Richard Donner

Compositor: Jerry Goldsmith

A principal música do filme, “Ave Satani”, por si só já é de arrepiar e de “meter medo ao susto”, tanto pelo seu instrumental quanto pelas suas vozes de fundo. Além disso, ao lado das cenas do menino Damien ela consegue fazer transparecer um clima ainda mais sombrio à mente da personagem e ao cenário da história.

8. “Suspiria”

Filme: Suspiria

Ano: 1977

Realizador: Dario Argento

Compositor: Goblin

A banda sonora deste clássico foi criada e executada pela banda italiana Goblin, tornando-se de seguida num dos álbuns mais populares do grupo. A banda sonora faz com que o espectador sinta a tensão e os sentimentos das personagens, misturando momentos mais leves e mais obscuros nas canções.

9. “Slumber Party: O Massacre”

Filme: Slumber Party: O Massacre

Ano: 1982

Realizador: Amy Holden Jones

Compositor: Ralph Jones

É difícil colocar este filme de terror entre os clássicos, mas algo que é inegável é o facto de a sua música fazer bem o papel de causar medo ao espectador. O compositor Ralph Jones com a sua banda sonora pretende não se meter muito nas explosões sonoras para criar impacto, mas manter a tensão elevada com o seu toque lento, quase como se estivesse à espera da vítima para a atacar. Por isso, a presença nesta lista é válida. Eu só de ver algumas cenas ao ritmo da banda sonora já fiquei com medo.

10. “Scream”

Filme: Scream

Ano: 1996

Realizador: Wes Craven

Compositor: Marco Beltrami

Um dos assassinos mais icónicos do cinema, tanto que até aos dias de hoje ainda se vende a sua máscara. O filme que iniciou a jornada sanguinária para mais 3 sequências e inspirou uma série  também foi marcado pelo excelente trabalho musical de Marco Beltrami. No filme, a banda sonora parece andar ao ritmo do assassino tanto quando ele está a preparar os ataques tanto quando ele os executa. Mais um bom exemplo das melhores músicas de filmes de terror.

11. “Saw: Enigmas Mortais”

Filme: Saw: Enigma Mortal

Ano: 2004

Realizador: James Wan

Compositor:  Charlie Clouser

Esta banda sonora que acompanha o filme é uma variação da trilha sonora de “O Exorcista”, modificada com o uso de sintetizadores, fazendo o espectador sentir o ambiente apavorante da história.

12. “Terror em Silent Hill”

Filme: Terror em Silent Hill

Ano: 2006

Realizador: Christophe Gans

Compositor: Jeff Danna e Akira Yamaoka

Por último, uma trilha sonora que cuja adaptação vinda dos jogos foi a que mais deu certo, sendo que para que tal tenha acontecido a banda sonora composta pela dupla Jeff Danna e Akira Yamaoka ajudou bastante. Com estas suas composições que representam claramente o cenário abandonado de Sillent Hill, os músicos levam o espectador ao cenário mais desolador possível. Embora não transmita medo, a música deixa uma má sensação para quem a escuta.

A conclusão que podemos tirar com este artigo é que os filmes de terror sem as suas bandas sonoras não seriam a mesma coisa. Agora digam-me: qual a vossa banda sonora desta lista preferida? A minha é sem dúvida a do Exorcista por causa de toda a envolvência que ela dá ao filme.

Se quiseres, comenta e sugere outras trilhas sonoras que deviam ser consideradas as melhores músicas de filmes de terror.