As Férias Loucas de Barb & Star | Para as melhores amigas e não só…

“As Férias Loucas de Barb & Star” é uma ideia original, hilariante e maluca, bem ao estilo das grandes amigas Kristen Wiig e Annie Mumolo, que aqui assinam o argumento e o protagonismo da história.

Publicidade

Nomeadas aos Óscares pelo argumento de “A Melhor Despedida de Solteira”, Kristen Wiig e Annie Mumolo escrevem uma segunda comédia juntas, uma década depois.

“As Férias Loucas de Barb & Star” segue duas amigas de longa data a passar por uma fase mais monótona da meia-idade, em que passam os dias no sofá a beber chá enquanto cochicham sobre as vizinhas e as novidades da vila pacata onde vivem.

Um dia é lhes apresentada a oportunidade de passar férias num fabuloso resort em Vista Del Mar e decidem que está na altura de arriscar uma aventura. Pelo meio desenrolam-se outras histórias desconcertantes bem ocultadas pelo marketing do filme que terão impacto nas peripécias que ocorrem às duas amigas durantes as suas férias.

Kristen Wiig e Annie Mumolo estão fabulosas nos seus papéis, transparecendo a amizade duradoura bem como o aspeto kitsch que quiseram imprimir nas suas personagens. Mas também Jamie Dornan, cada vez mais afastado de “Fifty Shades of Grey”, funciona muito bem neste filme, com direito a um dos melhores momentos do filme, o número musical “Edgar’s Preyer”, que certamente não destoaria na Eurovisão.

Não se pode dizer muito mais sobre os melhores momentos do filme sem revelar grandes spoilers mas Barb e Star têm tudo para se tornarem personagens de culto, bem como esta comédia, que com as voltas trocadas pela pandemia saiu diretamente em streaming nos EUA em fevereiro mas que, com o sucesso que obteve, conseguiu agora uma estreia em cinema marcada para setembro. Felizmente, por cá chegou ainda em Agosto, pois esta é uma verdadeira comédia de verão para uma ida ao cinema à noite, durante as férias, depois de um dia na praia.

Ver também: A Noite dos Reis | As mil e uma noites da Costa do Marfim

“As Férias Loucas de Barb & Star” tem momentos tão absurdamente ridículos que fazem dar boas gargalhadas no cinema e é o tipo de filme que deve ser desfrutado especialmente entre amigas de longa data num dia de verão.