Em Portugal, a produção de séries é escassa em termos de originalidade. Muitas são adaptações de produções estrangeiras. Apesar disto, algumas são bem-sucedidas, como é o caso de “Sim, Chefe!” ou “Ministério do Tempo”. No entanto, os tempos modernos obrigam os argumentistas a inovar nas suas criações.

A RTP tem vindo a apostar na produção de conteúdos originais nacionais. Mais recentemente, lançou “1986”, uma criação de Nuno Markl. A série viaja até à segunda volta de uma das eleições presidenciais mais intensas de sempre em Portugal. Para além da transmissão semanal, a RTP também disponibilizou a lista completa dos episódios na plataforma RTP Play, que se assemelha a serviços de streaming como o da Netflix.

Ver também: 1986 – Banda sonora em concerto na Altice Arena

Séries

Outro destaque no mundo da ficção portuguesa é “Excursões Air Lino”. A série, estreada em janeiro, é protagonizada por Rui Unas e Dânia Neto e expõe o mundo das excursões de baixo custo aos principais pontos turísticos de Portugal de forma cómica e divertida.

Há ainda a série documental “2077”, que em cada episódio conta com um testemunho imaginário do futuro e com as opiniões de grandes entidades e cientistas internacionais sobre as grandes inovações e desafios que a Humanidade irá enfrentar.

Séries

Tanto a SIC como a TVI deixaram de produzir séries (originais) portuguesas. Na verdade, apenas exibem produções estrangeiras.

O que esperar do futuro?

Para breve, a RTP está a preparar Teorias da Conspiração”. Será uma série policial inspirada em “casos” reais portugueses, relacionando política com a corrupção, o setor bancário e o jornalismo.

Séries

A data de estreia de “Teorias da Conspiração” ainda não foi revelada, mas a série já está integralmente gravada.