O filme “The Miseducation of Cameron Post”, um drama sobre a terapia de conversão gay, venceu o principal prémio do Festival de Sundance.

“The Miseducation of Cameron Post”, da realizadora Desiree Akhavan, é protagonizado por Chloë Grace Moretz.  O filme conta a história de uma adolescente que se vê obrigada a passar por uma terapia depois de se descobrir que é lésbica.

O prémio de melhor documentário americano foi para “Kailash”, um filme sobre o trabalho de um homem para acabar com a escravidão infantil. Por outro lado, o prémio do público para melhor filme americano foi atribuído a “Burden”, de Andrew Heckler.

O Festival de Sundance foi fundado pelo ator Robert Redford e pretende mostrar o melhor do cinema independente.  “Chama-me pelo teu nome”, de Luca Guadagnino, “Foge”, de Jordan Peele, e “Mudbound”, de Dee Rees, foram alguns dos filmes exibidos na edição de 2017.

Conhece todos os vencedores desta edição do Festival de Sundance:

1. DRAMA

Imagem do filme “Burden”, de Andrew Heckler. (Sundance Institute)
  • Prémio do júri: “The Miseducation of Cameron Post”
  • Prémio do público: “Burden”
  • Realização: Sara Colangelo, “The Kindergarten Teacher”
  • Argumento: Christina Choe, “Nancy”
  • Prémio especial do júri para primeiro filme: Reinaldo Marcus Green, “Monsters and Men”
  • Prémio especial do júri por excelência em realização: Reed Morano, “I Think We’re Alone Now”
  • Prémio especial do júri para interpretação: Benjamin Dickey, “Blaze”

2. DOCUMENTÁRIO

Imagem do filme “Kailash”, de Derek Doneen. (Sundance Institute)
  • Prémio do júri: “Kailash”
  • Prémio do público: “The Sentence”
  • Realização: Alexandria Bombach, “On Her Shoulders”
  • Prémio especial do júri por impacto social: “Crime + Punishment”
  • Prémio especial do júri por visão criativa: “Hale County This Morning, This Evening”
  • Prémio especial do júri por narrativa: “Three Identical Strangers”
  • Prémio especial do júri de revelação: “Minding the Gap”

3. CINEMA INTERNACIONAL

Imagem do filme “Butterflies”, de Tolga Karaçelik. (Sundance Institute)
  • Prémio do júri: “Butterflies”
  • Prémio do público: “The Guilty”
  • Realização: Isold Uggadottir, “And Breathe Normally”
  • Prémio especial do júri para interpretação: Valeria Bertuccelli, “The Queen of Fear”
  • Prémio especial do júri para argumento: Julio Chavezmontes e Sebastian Hofmann, “Tiempo compartido”
  • Prémio especial do júri para interpretação conjunta: “Dead Pigs”

4. DOCUMENTÁRIO ESTRANGEIRO

Imagem do filme “Of Fathers and Sons”, de Talal Derki. (Sundance Institute)
  • Prémio do júri: “Of Fathers and Sons”
  • Prémio do público: “This is Home”
  • Realização: Sandi Tan, “Shirkers”
  • Prémio especial do júri por narrativa magistral: Steven Loveridge, “M.I.A.”
  • Prémio especial do júri para montagem: “Our New President”
  • Prémio especial do júri para fotografia: Maxim Arbugaev, Peter Indergand “Genesis 2.0