Um potencial vencedor na corrida aos Oscars para melhor filme está já em exibição em Portugal.

“Kubo e as Duas Cordas” é o novo filme dos estúdios Laika (que fez filmes como “Coraline”, “ParaNorman” e “The Boxtrolls”) e conta a história de um jovem rapaz chamado Kubo que, através das mais variadas circunstâncias, vê-se numa fantástica aventura com um macaco e um escaravelho à procura de três objectos que ele acredita serem necessários na luta contra um velho inimigo do seu passado.

Publicidade

kubo-movieVou-me deixar de rodeios:

Este filme está brilhantemente bem feito. Em todos os aspectos. Por vezes assistimos a filmes muito bons que contêm alguns momentos aborrecidos. Onde a história se perde e por seguinte, perde o público. Este não é o caso. “Kubo e as Duas Cordas” não tem um momento que possamos sequer considerar como aborrecido ou desnecessário. É um filme completo. Para lá de um filme de animação que certamente vai agradar aos mais jovens, possuí também temáticas que não escaparão à atenção dos mais crescidos. Tudo isto embutido num filme de acção e aventura para toda a família.

Um filme necessário. Um filme de puro entretenimento. Mas acima de tudo, uma obra de arte.

kuboDizer mais seria estragar-vos uma experiência que será, no mínimo, gratificante.

Desliguem o computador, o telemóvel ou pad. Vão ao cinema. Levem os mais pequenos, a(o) namorada(o) ou os amigos. E preparem-se para uma hora e quarenta minutos de espanto e euforia. E fiquem até aos créditos finais para verem um behind the scenes.

E como diz o Kubo:

“Se tiverem de piscar os olhos, façam-no agora.”

Bom filme!!!