Tanta espera por uma sequela para isto? O filme original de 2008 não é nenhuma obra-prima, mas sucedeu muito bem para um filme do género slasher.

Marcou a mesma década em que foi lançado, principalmente pelo quão desconfortante conseguiu ser. Apesar de não ter tido grande impacto na altura em que foi lançado, o filme começou por ter um cult-following, e fãs do filme, eu incluído, esperámos até agora por uma sequela. Mas parece-me que a espera não foi recompensante.

The Strangers

Esta… Sequela, de novo, não traz nada. É apenas uma amálgama de várias cenas semelhantes a filmes de Tobe Hooper e John Carpenter dos anos 70/80. A própria banda sonora e estilo cinematográfico são totalmente semelhantes a algo feito por este último mestre mencionado. Vários temas conhecidos da época de 80 que mal se adaptam às cenas em que são tocadas, com um cenário do mesmo efeito que Crystal Lake, entre outras coisas clichés, que até o fazem parecer um filme feito para VOD.

Eu sei que estamos numa altura onde é bom ter nostalgia dos anos 80, mas isto acaba por se tornar mais plágio do que uma simples homenagem a clássicos do género.

Vê também: Lady Bird – A semi autobiografia de Greta Gerwig

The StrangersAs personagens, e interpretações das mesmas, são horríveis e muito irritantes, e não intencionalmente (espero eu) hilariantes. Só quando estas “fazem algo” (à toa) na “história” (qual história?) onde afeta de alguma maneira a narrativa é que há mesmo vontade de gritar “yes”, só para voltar a vê-los tomar algumas das decisões mais estúpidas possíveis.

O que o filme tem de “bom”, para além de alguma da cinematografia, pois a cena que envolve uma piscina é provavelmente a única cena visualmente memorável no filme, é parte da satisfação em ver os protagonistas a serem atormentados pelos assassinos, assassinos esses que mais pareciam super vilões em certas cenas. E, se nos está a dar um tremendo gosto em ver os super vilões a atormentar os “heróis”… Algo de muito errado se passa.

Dou-lhe um pouco de valor por não recorrer intensivamente a jumpscares, mas isso não chega para nada.

The Strangers

O argumento é muito simplificado e fraco. Coloca personagens idiotas a tomar decisões ainda mais idiotas só para fazer o filme durar mais uma hora. Não há nenhum do suspense que o filme original teve devido a todos os clichés plagiados de outros filmes do século passado, e com um dos finais mais estúpidos que já vi no género, “The Strangers” mostra ser outra saga de terror que mais valia ter ficado pelo primeiro filme.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui