O único festival a preto e branco do mundo vai regressar amanhã dia 20 de maio à cidade do Porto.

O festival terá a duração de 4 dias, e contará com 37 projetos – oriundos de 17 países e divididos pelas categorias de vídeo, áudio e fotografia – participam na iniciativa promovida pela Escola das Artes da Católica Porto.

Black&White_Cinemuerte Dog

Além da sessão de abertura do festival e da primeira competição de vídeo, que decorrem às 21h45, de quarta-feira, o primeiro dia do festival fica marcado pela exibição de projetos que marcaram as últimas edições do festival.

Fontelonga (de Luís Costa), Píton (de André Guiomar), La Pionnière (de Daniela Abke) e The Lizards (de Vincent Mariette) são alguns dos filmes que fazem parte das exibições agendadas para as 15h00 do primeiro dia. A sessão de abertura integra, ainda, um momento de homenagem a Manoel de Oliveira, que foi presidente honorário do festival.

Filmar quatro minutos em 40 horas

Instalar a adrenalina e pressão de um deadline nos participantes é o principal objetivo da competição intensiva de curtas-metragens “4:40”, organizada durante o festival. O desafio é simples: Numa corrida contra o tempo, os participantes, divididos em equipas de dois, têm apenas 40 horas para criar uma curta-metragem de quatro minutos e que deve responder ao tema que lhes é apresentado. Todas as atividades do Festival Audiovisual são livres e de entrada gratuita.

Cartaz_Black & White 2015