A filmografia de um esplêndido realizador, que tem como mais valias a construção das histórias que quer contar, bem como uma realização ímpar magnânima.

Paul Thomas Anderson nasceu no estado da Califórnia, nos Estados Unidos da América há precisamente 48 anos. A carreira de realizador começou em 1988 com uma curta-metragem. No entanto, só passados oito anos fez a sua primeira longa-metragem. Entre 1996 e 2017 Paul Thomas Anderson realizou oito filmes, tendo obtido todos um grande sucesso.

Ver também: Do pior para o melhor: A filmografia de David Fincher

Paul Thomas Anderson

O realizador não deixa a história e a produção dos seus filmes por mãos alheias. Thomas Anderson escreveu todos os argumentos que sustentam os seus filmes e apenas não participou na produção da sua primeira longa-metragem.

Em todos os seus filmes há momentos de pura magia. São inúmeros os planos de cortar a respiração e é bem evidente a beleza da fotografia que compõem as suas obras. Conseguindo com todos os seus filmes alcançar um grande êxito, o realizador californiano reuniu até então oito nomeações aos Óscares: quatro para melhor argumento, em que metade são originais; dois para melhor realizador; e dois para melhor filme.

8Passado Sangrento (1996)

Sinopse: Um veterano nos jogos de casino, ensina um jovem jogador todos os truques e técnicas de modo a tornar-se um excelente jogador. Pelo caminho, este apaixona-se por uma bela empregada de mesa e ocasional prostituta de casino.

Os primeiros passos na carreira de Paul Thomas Anderson são dados num filme com baixo orçamento. Ainda que o filme tenha custado por volta de três milhões de dólares, consegue potenciar o melhor que tem: os seus atores.

Apesar de ser o seu primeiro filme, o realizador norte-americano conseguiu reunir um elenco cheio de talento. Philip Baker Hall, John C. Reilly, Gwyneth Paltrow, Samuel L. Jackson e Philip Seymour Hoffman são os nomes mais sonantes.