Cinema Destaques

Insatiable: a nova série da Netflix acusada de “gordofobia”

  • Julho 27, 2018
  • 3 min read

A nova série da Netflix ainda não estreou e já desencadeou polémica. Desde o lançamento do seu trailer, Insatiable foi alvo de uma petição online que conta já com quase 175 mil assinaturas a pedir o seu cancelamento. Porquê? Porque a série foi vista como “gordofóbica”.

De acordo com a petição online no change.org, o medo principal é que Insatiable da Netflix vá ser uma má influência para várias adolescentes. A petição afirma que a premissa da série vai promover “a toxicidade da cultura da dieta, mas também a objetificação do corpo das mulheres”. Citando a petição:

Esta série precisa de ser cancelada. O controlo de danos ao lançar esta série será muito pior, insidioso e sinistro para as adolescentes, do que prejudicial para a Netflix na sua perda de lucro (…) Essa série vai provocar transtornos alimentares e promover a objetivação do corpo das mulheres. O trailer já provocou pessoas com distúrbios alimentares. Vamos parar com isso e prevenir mais danos.

Isto porque apesar do trailer se apresentar como sendo uma história de vingança, o que mais saltou à vista foi a perda de peso da parte da protagonista. A história focar-se-á na vingança de Patty (Debby Ryan) contra os seus bullys.

Vê também: Última temporada de Game of Thrones chegará na primeira metade de 2019

As reações nas redes sociais não se fizeram esperar:

https://twitter.com/jameelajamil/status/1020341964938522624?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1020341967832535040&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.vox.com%2F2018%2F7%2F25%2F17607476%2Finsatiable-netflix-backlash

https://twitter.com/lindsvalda/status/1022124544058900481

Enquanto a discussão continua nomeadamente pelo Twitter, as respostas da parte de membros da produção não se fizeram esperar. A própria Debby Ryan pronunciou-se no seu Instagram através do texto no post em baixo. A atriz diz-se “grata pelas críticas, e confortada por elas, porque quero que essas histórias sejam contadas de forma correta também”.

https://www.instagram.com/p/BlgTxmRDPE2/?utm_source=ig_embed

A guionista e produtora de Insatiable, Lauren Gussis, defendeu a série, sublinhado que a premissa é baseada nas suas próprias lutas pessoais com a imagem. Lauren também defende o recurso à comédia como forma de contar histórias mais pesadas.

A série irá estrear na Netflix a 10 de agosto do presente ano. Por agora, não há qualquer indício de que a polémica em causa vá afetar a data de lançamento.

About Author

Sara Sampaio

Natural do Porto. Formada em Ciências da Comunicação e apaixonada por escrita e fotografia. Começou a colaborar para o Cinema Pla'net em 2016.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *