O actor Jonathan Brum com o sound designer da Full Sail Studios, Rui Miranda.
O actor Jonathan Brum com o sound designer da Full Sail Studios, Rui Miranda.

O actor, e colaborador do Cinema Pla’net, Jonathan Brum esteve presente na Masterclass de Som para Imagem com Rui Miranda hoje na Restart, Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias.

Rui Miranda é engenheiro de som (sound designer) com experiência na produção de som de filmes como “Homem de Ferro 3”, “Transformers”, “2012” ou a série “The Walking Dead” bem como de diversos trailers de grandes produções. Rui Miranda é também professor na Full Sail University, a maior universidade do Mundo especializada na área de entretenimento digital, nomeadamente nos domínios do cinema, da música, da animação, dos videojogos e do design.

Antes de Rui Miranda entrar em palco para dar início à Masterclass.
Antes de Rui Miranda entrar em palco para dar início à Masterclass.

A palestra dada por Rui Miranda foi um misto de experiências e histórias pessoais com dicas técnicas sobre som e captação de som para imagem. Rui contou, por exemplo, que o seu primeiro emprego na área, ao terminar o curso de Recording Arts, foi na Paramount Pictures com a função de “Utility Guy” onde tinha de fazer de tudo excepto trabalhar com som, incluindo servir cafés, tendo acabado por ter de servir um café a Steven Spielberg. Que gostou tanto do café colombiano que Rui lhe trouxera que conversou com Rui acabando por o rotular com “you are very likeable”. Rui diz que nesta indústria é preciso ter muita humildade e agarrar as oportunidades quando surgem, quando lhe pediram para ir para o Norte participar na produção de “Ice Road Truckers” como sound utility, este não pensou duas vezes, apesar de ser num lugar longe, frio e inóspito, teria a primeira oportunidade de trabalhar como parte da equipa de som de uma produção. E a partir daí, a ética de trabalho aliado ao facto de ser “likeable” e humilde foram abrindo caminho numa carreira exemplar como engenheiro de som.

03

Rui diz que um técnico de som que gosta do que faz deverá estar constantemente a gravar sons, a editar, a experimentar, e a aprender, e desta forma ir criando uma biblioteca pessoal do seu trabalho, e isto poderá se aplicar de certa forma a qualquer outra carreira, um actor por exemplo, deverá estar constantemente a ver filmes e praticar discursos ou diálogos de formas diferentes, de certa forma, ir experimentando, aprendendo. Rui conta que o som que usou para uma onda gigante no trailer do filme “2012” foi conseguido abrindo várias garrafas de refrigerantes em simultâneo. Por exemplo, quando Rui chegou a Portugal, devido ao efeito jetlag, não conseguia dormir e ouviu outra pessoa a ressonar, imediatamente achou aquele som fantástico, tirou o microfone e procedeu à gravação daqueles roncos e adicionou-os à sua biblioteca pessoal para mais tarde possivelmente utilizar numa produção, e é este tipo de entusiasmo pelo seu trabalho que Rui evidenciou durante toda a palestra.

maior fornecedor individual de sons e efeito sonoros para cinema, televisão, radio e video jogos.
O maior fornecedor individual de sons e efeito sonoros para cinema, televisão, radio e video jogos.

Para o final da palestra estavam reservadas algumas surpresas, foram feitas ligações skype com Kesner Puschmann, supervisor de audio pós produção na Globo, com Chance Glasco, um dos 22 membros criadores da Infinity Ward que criou o jogo Call of Duty, que se encontrava no Rio de Janeiro para gravar sons reais das favelas para utilizar no seu próximo video jogo e finalmente com Rik Viers, o maior fornecedor individual de sons e efeito sonoros para cinema, televisão, radio e video jogos, Rik Viers fechou a palestra ao responder a pergunta de um aluno da Restart “Se tivesse que dar um conselho a alguém que está a começar, que diria?” respondendo “Don’t quit, whatever you want to do, just do it. The proof of desire is pursuit”.

Assistir ao Rui Miranda a falar com entusiasmo sobre algo que se nota que ele gosta verdadeiramente, também me deixou entusiasmado, o Mundo precisa de mais pessoas assim, pessoas que não têm medo de seguir os seus sonhos. Um exemplo de sucesso no seu nicho, e para terminar, Rui ainda deu provas das suas qualidades como Ser Humano, fazendo questão de se colocar na porta de saída do auditório para cumprimentar um a um todos os participantes da palestra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui