Red, White and Blue | Uma Revolta Interna em “Small Axe”

A série “Small Axe”, de Steve McQueen, volta a apontar o dedo ao que necessita de ser mudado nos dias de hoje com o episódio “Red, White and Blue”.

Steve McQueen dedicou-se em 2020 para nos mostrar que os erros do passado continuam a ser cometidos nos dias de hoje. Algo tem de mudar, algo tem de ser feito. McQueen não tem as respostas, mas sabe fazer as perguntas certas. 

“Red, White and Blue” é o terceiro episódio da série antológica “Small Axe”, do aclamado realizador Steve McQueen

Publicidade

Desta vez, McQueen conta-nos a história de Leroy Logan, protagonizado por John Boyega. O episódio acompanha o crescimento de Leroy, desde a sua infância conturbada com a sua animosidade com o pai, e a sua vida adulta e a sua decisão de se alistar na força policial, de modo a tentar fazer a diferença por dentro do sistema. Porém, esta sua decisão será uma faca de dois gumes, sendo que ele não será bem recebido na esquadra e a sua comunidade começa a afastar-se dele. 

A força deste episódio está mesmo em frente da lente – John Boyega. O actor mais reconhecido pelas andanças por uma galáxia muito, muito distante tem aqui a sua melhor performance até ao momento. Carregado de frustração e de raiva, mas sempre com o coração no sítio certo e uma procura incessante por uma réstia de esperança, Boyega tem uma profundidade imensa neste papel e a sua dedicação é visível.

“Red, White and Blue” não é só feito por Boyega e, verdade seja dita, todo o elenco faz de tudo para brilhar a cada oportunidade. Seja a família de Leroy ou os seus companheiros da esquadra, até mesmo as personagens com uma entidade mais estereotipa conseguem-se destacar positivamente. 

Tal como já foi possível depreender de projectos anteriores, McQueen é um mestre do cinema dos nossos dias. Com paciência e meticulosamente, ele explora a narrativa com calma mas com impacto, tendo mais intenção de fazer-nos questionar a nossa sociedade do que em mostrar o caminho que devemos seguir para fazer do Mundo um lugar melhor. 

Ao contrário dos dois episódios anteriores, “Red, White and Blue” tem um enredo mais comum e mais previsível. Para além de ser povoado por alguns estereótipos, também o percurso da história e a sua mensagem são a base de muito entretenimento disponível hoje em dia. Porém, o facto de ser comum não quer dizer que não seja importante relembrar. 

Apesar de não ser tão forte nem imprevisível como os seus antecessores, “Red, White and Blue” continua a linha de crítica e de storytelling iniciado com “Mangrove” e “Lovers Rock”

Red, White and Blue” é mais uma entrada forte para “Small Axe” e volta a consagrar Steve McQueen como uma das vozes mais interessantes dos nossos tempos – mesmo contando histórias do passado.

A antologia de 5 filmes “Small Axe” encontra-se disponível na HBO Portugal.