Hollywood vai avançar com um remake de um dos filmes franceses mais vistos de sempre.

intouchables.

Publicidade

No Inverno de 2011 surgiu um filme verídico que abordava a amizade entre um aristocrata tetraplégico e um ex-recluso que precisava desesperadamente de trabalho. Entre os dois surge uma das mais puras amizades da história do cinema francês, protagonizada pelo veterano François Cluzet e o estreante Omar Sy.

Desde essa altura o filme foi nomeado ao Globo de Ouro e ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, recebeu o César de Melhor Ator Secundário entre 9 nomeações, foi nomeado a 4 European Film Awards, venceu o Goya de Melhor Filme Europeu, entre muitos outros prémios pelo mundo inteiro. “Amigos Improváveis” arrecadou mais de 400 milhões de dólares nas bilheteiras a nível mundial e transformou Omar Sy numa estrela planetária com participações em filmes como “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, “Mundo Jurássico” e “Inferno” (que chega em Outubro a Portugal).

intouchables

Surge agora o remake de Hollywood com Bryan Cranston (“Breaking Bad”) e Kevin Hart (“Ride Along”), que pretende americanizar o filme e muito provavelmente levá-lo aos Óscares. A realização está a cargo de Simon Curtis (“Mulher de Ouro” e “A Minha Semana com Marylin”) com os realizadores do original, Eric Toledano e Olivier Nakache, como produtores. O argumento está a ser redigido por Paul Feig (“Spy” e “Caça-Fantasmas”).

A The Weinstein Company, que tem os direitos do remake, está a dar uma grande prioridade ao projeto pretendendo começar as filmagens já no início deste Verão.