“Killers of the Flower Moon” é o nome do próximo filme que unirá os dois artistas americanos, após 5 colaborações.

Depois de “Gangs de Nova Iorque”, “O Aviador”, “The Departed – Entre Inimigos”, “Shutter Island” e “O Lobo de Wall Street”, Martin Scorsese dirigirá o seu querido ator num drama de crime… outra vez. “Killers of the Flower Moon” será baseado no livro de não-ficção Killers of the Flower Moon: The Osage Murders and the Birth of the FBI, lançado em Abril de 2017, escrito pelo jornalista americano David Grann.

Publicidade

Scorsese

A história, ocorrente na passada década de 20, trata-se de uma investigação, levada a cabo pelo FBI, de diversos assassinatos dentro da tribo indígena de Osage, no estado americano de Oklahoma. No livro, David Grann afirma que o maestro de todo o crime terá sido William Hale. Hale trata-se, portanto, dum pecuarista e assassino condenado mais conhecido por “o Rei das Montanhas de Osage“.

Vê também: Emma Thompson junta-se ao elenco de “How to Build a Girl”

Tudo o que sabe sobre o elenco da adaptação cinematográfica é que Leonardo DiCaprio será o protagonista. Não foi ainda, todavia, divulgado o respetivo personagem. A Imperativa Entertainment pagou 5 milhões de dólares pelos direitos autorais, contratando o americano Eric Roth, que escreveu “Forrest Gump” e o recente “Assim Nasce Uma Estrela”, para se responsabilizar pelo guião. Espera-se que “Killers of the Flower Moon” comece a ser filmado na próxima primavera. Não existem ainda datas de estreia confirmadas.

Scorsese
Scorsese e DiCaprio no set de “O Lobo de Wall Street”

O realizador de “Touro Enraivecido” e “Tudo Bons Rapazes” encontra-se na pós-produção de “The Irishman”. e de um projeto desconhecido protagonizado por Meryl Streep e Sharon Stone. O primeiro estreará na Netflix algures em 2019, enquanto que o segundo nem data de estreia prevista tem. Para além da referida adaptação do livro de 2017, Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio trabalharão futuramente também em “Roosevelt”. Uma biografia do 26º Presidente dos Estados Unidos – Theodore Roosevelt.