“Aqui tão longe” é a nova aposta da RTP1 na ficção nacional, produzida pela SP Televisão, conta com 32 episódios, divididos por duas temporadas e é escrita por Filipe Homem Fonseca, Filipa Areosa, Fátima Belo, José Mata e Miguel Damião são atores que compõem o elenco da trama, que pretende retratar a realidade portuguesa, através de problemas como a emigração e o desemprego, mas não só.

Também o terrorismo, um dos principais temas da agenda mediática, não foi esquecido.

“Aqui tão longe” é uma série sobre a distância, aquela entre pessoas, objetivos, sonhos; aquela entre o que queremos e o que podemos, entre o que desejamos e o que precisamos. A distância entre a necessidade de segurança e o impulso pela busca de aventura, entre o que somos e o que desejamos ser, entre o que éramos e no que nos vamos tornar; entre o que o mundo faz de nós e nós com ele.

26019407782_1b23945d21_b

Esta série segue a vida de Júlia (Fátima Belo). Ela trabalha como rececionista num Consultório Oftalmológico e, apesar de trabalhar naquele local, Júlia não consegue acertar na graduação das suas lentes para combater a miopia. Viúva do primeiro casamento, Júlia tem a responsabilidade de sustentar uma família, que era em grande parte sustentada por Carlos, o seu segundo marido e padrasto da filha que foi para Londres (Filipa Areosa).

“Aqui Tão Longe” é a segunda aposta da estação para 2016, na área da ficção nacional, depois de “Terapia”. Seguem-se mais seis produções televisivas e a estreia de vários filmes portugueses. Com isto, a estratégia da RTP passa por combater as novelas exibidas pela SIC e TVI em horário nobre.

Foram já exibidos 6 episódios e podes acompanhar a série de terça a sexta-feira na RTP1 ou na RTP Play onde os episódios são disponiblizados online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui