A 20th Century Fox viu-se forçada a parar as gravações de “Bohemian Rhapsody”, que conta a história de Freddie Mercury para que o realizador Bryan Singer possa resolver “questões pessoais”.

Cerca de 20 anos após a sua morte, a história de Freddie Mercury, o icónico líder dos Queen que faleceu nos anos 90 após ter contraído o vírus da SIDA, estava a prestes a chegar aos cinemas.

Publicidade

A 20th Century Fox tinha já começado a produção do filme com Bryan Singer ao leme e Rami Malek, conhecido pela sua prestação na série “Mr. Robot” a encabeçar o elenco, na pele do mítico vocalista.

Bryan Singer

No entanto, a produção de “Bohemian Rhapsody”, cujo nome foi inspirado na épica canção de mais de 10 minutos da banda britânica, teve de ser parada pois Singer, que é realizador e co-produtor da película, ficou inesperadamente “indisponível”.

De acordo com os seus representantes, a indisponibilidade de Bryan Singer deve-se a “problemas pessoais de saúde que afetam Bryan e a sua família”, e este “espera voltar às gravações após o período das festas”.

Para além de Singer, os restantes membros dos Queen, que ainda percorrem o  mundo com vocalistas convidados, são também produtores do filme,  que deverá continuar a ser filmado no Reino Unido em breve.