O inesperado sucesso de My Big Fat Greek Wedding” em 2002 tornou-o numa das comédias românticas mais famosas do cinema.

Sucesso de bilheteira, aclamado pela crítica especializada e até nomeado para o Óscar de Melhor Argumento Original, o filme ganhou, 14 anos depois, a sua continuação. Mas seria mesmo necessária?

yNgowLEX1CdSWzcQyfMNVBpOcJ6

Sou fã do primeiro filme. Os temas que aborda, o humor refinado, as personagens fortes e o romance que consegue a proeza de ser cliché ao mesmo tempo que o sentimos genuíno e nada forçado, são as características mais fortes desta comédia romântica.

O 2º filme, tal como esperava, segue exatamente o mesmo plano.

Diria até que esta sequela é uma fotocópia do seu original, com a única diferença de estarem separadas por 14 anos. Em My Big Fat Greek Wedding 2 continua tudo igual. O pai exageradamente tradicionalista, a família barulhenta, metediça e demasiado próxima, o restaurante onde todos trabalham e até os problemas são os mesmos que os do 1º filme. Não se trata de uma continuação típica de Hollywood, em que há mudanças drásticas e quase irreais, em que entram personagens novas e saem tantas outras. My Big Fat Greek Wedding 2 é uma sequela “verdadeira”, é aquilo que não queríamos ver mas que sabemos que é real.

A sua autenticidade é sem sombra de dúvidas o seu ponto mais forte.

mybigfatgreekwedding2

Por outro lado, a Plot Line do filme é o seu maior problema.

A certa altura, não conseguimos entender qual é a sua história principal, pois são muitos os enredos que se entrelaçam, e a todos é dada a mesma importância. Mas diria que tudo gira à volta do casamento de Maria e Kostas, os pais de Toula, que depois de 50 anos juntos descobrem que afinal não estão legalmente casados. No entanto, não me consegui sentir “preocupado” o suficiente com este enredo, e a certa altura perdi o interesse no filme. E o humor, um dos pontos fortes do original, já não me pareceu tão espontâneo, senti-o por vezes previsível e forçado.

My Big Fat Greek Wedding 2 não faz jus ao seu antecessor. Mas não é um filme mau. E para os fãs do primeiro, é um filme bom de se ver, inofensivo e muito leve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui