Cinema Críticas de Cinema Destaques Óscares 2017

Crítica: “Vedações” de Denzel Washington

  • Fevereiro 18, 2017
  • 3 min read

Um pai afro-americano da classe operária dos anos 50 tenta providenciar para a sua família, ao mesmo tempo que chega a termos com as escolhas que fez para a sua vida.

Esta é a história de Troy Maxson, um trabalhador dos saneamentos de Pittsburgh que sonhou ter uma carreira no baseball, mas que já era demasiado velho quando as ligas principais começaram a aceitar jogadores negros. Ele tenta ser bom marido e bom pai, mas o seu sonho perdido de glória consome-o e força-o a tomar uma decisão que ameaça destruir a sua família.

© MMXVI Paramount Pictures Corporation. All Rights Reserved.

“Vedações” foi escrito por August Wilson (1945-2005) e segue a tradição de textos como “Glengarry Glen Ross” de David Mamet, “Le Dieu du Carnage” de Yasmina Raza ou “Closer” de Patrick Marber, no sentido que são peças de teatro que foram brilhantemente adaptadas para cinema.

Senhoras e senhores: estamos perante um filme com letra maiúscula. Com actores que são gigantes na sua arte. Com um texto que nos agarra pelas entranhas e nos leva numa viagem da qual não voltaremos indiferentes. Com personagens que num momento são afáveis e no outro execráveis. Como tudo na vida. Perfeitamente imperfeitos.

Denzel Washington e Viola Davis são simplesmente infalíveis. Tudo o que lhes sai da boca é verdadeiro e sentido. Como se tivessem passado por anos e anos de sofrimentos e dissabores para poderem chegar ali – àquele momento – e representarem toda a dor da existência das suas personagens num pequeno conjunto de palavras que forma uma frase.

E que frases. E que texto.

Imaginem que vão na rua e, ao passarem por uma casa, ouvem um casal a discutir. Curiosos, entram pelo jardim da casa e encostam-se ao parapeito da janela. E durante duas horas ficam ali, a ouvir aquele casal. Os seus sonhos. As suas ambições e frustrações. As suas responsabilidades e medos. As suas mentiras e verdades. Os seus amores e ódios. As suas vidas conjuntas.

© MMXVI Paramount Pictures Corporation. All Rights Reserved.

Quanto tempo irá passar até começarem a identificar-se com a situação? Até deitarem abaixo as vedações que, sem saberem como, há muito se ergueram nas vossas mentes, nas vossas vidas?

“Vedações” está no cinema e é imperdível.

Não é um blockbuster. Não é uma comédia. E não é simplesmente para entreter.

É para ser sentido.

Bom filme!

About Author

Redacção

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *