“Echoes of You” é uma curta-metragem muito bem conseguida, com um bom argumento e uma realização muito cuidada.

A terceira curta-metragem realizada por Henry Quilici marca a estreia do norte-americano na pasta do argumento. “Echoes of You” conta a história de um aspirante a pianista clássico que o mais próximo que consegue estar da música é limpando o palco, o piano e a respetiva sala de espetáculos. Entre o seu frustrante ofício e as tentativas falhadas de singrar como pianista, conhece um pequeno rapaz sem-abrigo. Com ele constrói uma forte relação, sempre em volta da música, até que este é despejado de onde se tinha instalado com a mãe.

Publicidade

Vê também: “O Rei Leão” – O Separar das Águas

Echoes of You

Muito competente em quase todos os parâmetros, “Echoes of You” brilha sobretudo na realização e na escolha da banda sonora. Começando pela segunda parte desta dupla de conceitos, afirmar que não só as melodias escolhidas, como o tempo de duração que elas têm e a qualidade do som formam uma panóplia de aspetos muito bem conseguidos. A realização pouco ou nada fica atrás. Muito cuidada, consegue captar muito bem as expressões dos atores. Esta é quase como que levada a dançar pela música que está presente em grande parte do filme.

O argumento não é fora de série, nem pouco mais ou menos, mas tem o suficiente para ser considerado bom. Simples, com um guião com poucas falas, revela-se elementar, mas eficaz. Por vezes menos é mais e este é um bom exemplo disso mesmo.

Echoes of You

Com uma fotografia e uma montagem que se equiparam, igualmente cuidadas, simples e eficazes, não se devendo catalogar de pior, a parte menos boa desta curta-metragem é a caracterização. Talvez a que menos tenha importância neste filme e por isso não se faça sentir muito, a caracterização mostra-se algo fraca e incapaz de se igualar, ou pelo menos chegar perto, a todas as outras partes que compõem o filme.

Em suma, com apenas 18 minutos, “Echoes of You” revela-se uma curta-metragem que consegue contar uma boa história, sempre no tempo certo, de onde se devem elencar a excelente banda sonora e a inteligente realização.