DestaquesEntrevistasLet's TalkLet’s Talk #37 – Michael Rosenbaum – Entre a DC e a Marvel

Muitos de nós conhecemos Michael Rosenbaum pelo seu papel inesquecível em Smallville onde interpretou Lex Luthor durante quase dez anos. Quando me aproximei para perguntar se poderia lhe fazer umas perguntas nao esperava ser recebida com tanta energia e bom humor. Apesar de uma fila enorme de fãs que esperavam ansiosamente pelo actor, ele pediu desculpas e que iria dar umas palavrinhas para o Cinema Pla'Net. 
Maria Lima Maria LimaMar 4, 20187 min

Muitos de nós conhecemos Michael Rosenbaum pelo seu papel inesquecível em Smallville onde interpretou Lex Luthor durante quase dez anos.

Quando me aproximei para perguntar se poderia fazer-lhe umas perguntas não esperava ser recebida com tanta energia e bom humor. Apesar de uma fila enorme de fãs que esperavam ansiosamente pelo ator, ele pediu desculpas e que iria dar umas palavrinhas para o Cinema Pla’net.

michael rosenbaum

Tivemos o prazer de te ver recentemente no Guardiões da Galáxia Vol2, conte-nos um pouco sobre essa experiência:

Eu faço o papel de Martinex, ele na banda desenhada é um dos Guardiões e o twist que o James (Gunn) deu à historia é tão único e ele acaba por aparecer como um dos Ravagers. Eu espero, muito sinceramente, poder voltar. Nós aparecemos na cena final dos créditos por isso há esperança (risos). Mas também se eu soubesse não poderia revelar. Na premiere do filme o Stallone perguntou-me “Vais voltar, certo?” e eu respondi que se um de nós soubesse, seria ele (risos). Eu adorava voltar e ver aquela malta outra vez. Um spin-off seria muito fixe! Eu estou muito feliz por fazer parte da família Marvel.

michael rosenbaum

Durante a sua carreira trabalhou imenso com a DC…

Sim! A DC tem sido muito boa para mim ao longo destes anos todos. O Flash, Justice League e Lex Luthor. Tem sido fantástico! Fazer papel de mau é sempre divertido mas eu adoro comédia e fazer o Flash foi uma maneira de explorar isso, ele é sempre o engraçado naquele grupo de gente séria (risos) mas eu gosto de fazer ambos papéis, misturar um pouco.

Se pudesse escolher fazer/ser um desenho animado, quem escolheria?

Eu acho que escolhia o Gargamel dos Smurfs. Um vilão engraçado, uma maquilhagem brutal numa versão live-action. Eu estava na faculdade quando o Remi and Stimpy estreou. Adorava fazer uma versão humana do Remi com maquilhagem e figurino (faz uma imitação do Remi) Que imitação terrível! (risos)”

Pergunto sempre aos meus entrevistados, o que faz deles geek?

Eu sou doido por filmes de terror. Antes de frequentar eventos como convidado eu costumava ir a convenções de terror e arranjar autógrafos dos atores que mais gostava. Ia com um grupo de amigos e ficávamos todos num quarto de hotel. Foram tempos muitos divertidos!

Infelizmente chegou a hora de me despedir. No último dia da convenção onde nós encontrámos Michael Rosenbaum, ele veio ter comigo para me dar um abraço. Agradeci o tempo que ele disponibilizou para eu vos trazer um pouco da vida deste ator. Recomendo que vejam/ouçam o podcast dele e sigam-no nas redes sociais pois ele é bastante cómico e bem disposto!

Sigam o Michael no Twitter, Instagram e Facebook e aproveitem para ouvir o podcast Inside of You

Maria Lima

Maria Lima

M.J.Lima nasceu no Porto onde estudou Teatro Contemporâneo e Dança. Depois de quase 10 anos no mundo do espetáculo decidiu ir viver para Londres. Em 2015 publicou a sua primeira banda desenhada com a Chiado Editora, Patient EV-136, e está a trabalhar em novos projectos.