A Warner Bros. e a DC Entertainment continuam a tomar rédeas às produções do seu universo cinematográfico. Desta vez, o solo de Flash sofre alterações.

Segundo fontes como a Variety e o Collider, o filme solo do super-herói mais veloz da DC não começará a ser filmado em março de 2019. De momento, espera-se que a produção do filme ainda sem título comece, no mínimo, no final do mesmo ano. Dessa forma, os estúdios planeiam um lançamento algures em 2021. Ezra Miller, o ator que deu vida a Flash em “Liga da Justiça”, de 2017, abordou o personagem com leveza e um tom cómico. Os planos para dar uma história de origem diferenciada da retratada na série “The Flash”, da CW, incluem o desenvolvimento de um tom semelhante aos clássicos filmes “Regresso ao Futuro”.

Publicidade
Vê também: Anunciados alguns detalhes da premissa de “Birds of Prey”
Flash
Ezra Miller em “Liga da Justiça”

O ator americano curiosamente, poderá ser visto brevemente em “Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”. Este filme chega às salas de cinema portuguesas no próximo dia 15 de novembro. Neste, poderá ser revisto na pele de Credence Barebone. O terceiro filme da série de spin-offs do universo do Harry Potter está igualmente em preparações na Warner Bros. Está assim previsto para começar a ser filmado em julho de 2019. Todavia, essa agenda entrará também em conflito com a pré-produção do filme solo do Flash. Dúvidas permanecem no ar sobre o prazo de entrega do guião de Joby Harold. Joby foi um dos membros do trio que escreveu “Rei Artur: A Lenda da Espada”.

Atualmente, depois de diversos guionistas (Greg Berlanti, Chris Brancato, Michael Green e Marc Guggenheim) e realizadores (Seth Grahame-Smith, Rick Famuyiwa e a dupla Phil Lord & Christopher Miller) terem saído do projeto, o filme solo do Flash será supostamente realizado por John Francis Daley e Jonathan Goldstein, dois dos seis guionistas de “Homem-Aranha: Regresso a Casa”.