Muito provavelmente já ouviste falar de “Dark”, que chegou agora ao fim na Netflix e é considerada uma das melhores séries de ficção científica de sempre.

Caso nunca tenhas visto e agora tens vontade de começar a ver, nós temos um guia para te ajudar a que sigas a história e toda a ginástica mental que irás fazer.

Sim, esta série vai-te fazer pensar e estar atent@ ao que se está a passar. Mas não percas o entusiasmo, esta série vale muito a pena. Okay, sem mais demoras vamos lá!

1. Prepara o teu bloco de notas

Antes que cubras a parede com linhas e papéis com as mais variadas teorias, estilo Pepe Silva em ‘It’s Always Sunny In Philadelphia’, nós aconselhamos que escolhas antes um bloco de notas com bastantes folhas.

Que sirva de motivo para usares aquele bloco que está guardado na estante há cinco anos e meio!

2. Desenha árvores genealógicas

“Dark” é como jogar um ‘Quem é Quem?’ em esteróides. Por isso aconselhamos a que no teu bloco de notas tenhas espaço para escrever quem é quem, quando e onde e com quem está relacionado…

Acredita, vais precisar muito disso e vai-te ajudar a identificar padrões.

3. Conhecimento de física quântica

Tens o número ou email do teu professor de ciências? E do teu professor de física? Como está o teu conhecimento sobre Física Quântica? Não precisas de ser alguém com a mente do Sheldon Cooper mas alguma noção sobre certas teorias vai dar jeito.

Filmes/séries que abordam temas semelhantes, sem dar spoilers: ‘Fringe’, ‘Quantum Leap’, ‘Regresso ao Futuro’, ‘Looper – Reflexo Assassino’, ‘O Efeito Borboleta’, ‘Exterminador Implacável’, ’12 Macacos’, ‘O Enigma do Horizonte’, para nomear alguns…

4. Ter alguém com quem falar

Nos tempos que correm sabemos que temos de manter a distância porém caso vivas com alguém ou tenhas a oportunidade de fazer uma watch party com amigo(s), vale a pena ter pessoas com quem conversar sobre a série.

Não só ajuda a exercitar os músculos da mente como também torna a experiência ainda melhor! Troquem notas, teorias, ideias. Faz desta série a aula de ciências que tanto querias ter tido no secundário!

5. Aceitação

Sim. Aceita desde o início que não vais topar tudo. Que vai haver algumas coisas que te vão passar ao lado, que te vão surpreender!

E essa é das melhores coisas de “Dark”. É uma viagem, uma sensação e uma descoberta do quanto é possível.

Espero que gostes da série e fica atent@ à nossa crítica da terceira e última temporada!