Uma Análise aos Clássicos: “Inimigo Público” de Woody Allen

Revê o trailer de Inimigo Público (1969), quase 50 anos depois.

50 anos depois, o Cinema Planet relembra-te de um dos clássicos de Woody Allen: Inimigo Público.

“Take The Money and Run” é uma das comédias mais bem conseguidas do cineasta Woody Allen.

“Inimigo Público” relata, no género mockumentary, a vida de Virgil Starkwell (Woody Allen), um inadaptado da sociedade que a partir dos seus vinte anos começou a conhecer o interior das prisões, maioritariamente devido a assaltos a mão armada.

Publicidade

A sua ligação ao crime iniciou-se como meio de sobrevivência, uma vez que ele não se conseguia encaixar em lugar algum. Tal não significa que fosse extraordinário na vida criminosa que, como podemos comprovar através das inúmeras “visitas” a estabelecimentos prisionais, não é caso.

No entanto, quando Virgil conhece Louise (Janet Margolin), uma bonita e jovem lavadeira, a esperança de uma vida melhor surge no horizonte, embora seja também ela uma outsider, tendo crescido numa família envolvida num contexto problemático.

Os dois trabalham arduamente por uma vida juntos, e agora com Louise no coração, Virgil irá seguir finalmente um bom caminho; ou, pelo contrário, tentará fazer tudo o que estiver ao seu alcance para satisfazer as necessidades de ambos.

Ver também: 1977, “Annie Hall” – Uma ode ao Amor e aos Infelizes

Woody Allen aparece como realizador, argumentista e ator, tendo-se esforçado ao máximo para fazer um filme divertido com o pequeno orçamento que tinha. Este foi um dos primeiros filmes de Allen, que abriu portas a um dos mais genuínos e únicos realizadores da época.

O humor utilizado por Woody Allen e Mickey Rose (também argumentista) em “Inimigo Público” tem fortes influências dos seus ícones enquanto adolescentes, como Marx Brothers e Charles Chaplin.

Este filme é uma amostra do brilhantismo que o cineasta revelaria nos anos seguintes nas suas produções em Hollywood.