More

    “Joker” de Todd Philips lidera a corrida aos BAFTA Awards

    O filme que conta com Joaquin Phoenix no papel principal concorre aos BAFTA, os prémios britânicos de cinema, em 11 categorias.

    O filme que valeu o segundo Globo de Ouro da carreira a Joaquin Phoenix no último domingo está na frente da corrida aos prémios BAFTA. Com um total de 11 indicações, “Joker” destaca-se de todos os outros. Logo a seguir estão os filmes de Quentin Tarantino, “Era Uma Vez em… Hollywood”, e Martin Scorsese, “O Irlandês”, que reúnem 10 nomeações cada.

    The Irishman

    Ver também: O Melhor da Década – 30 Grandes Romances no Cinema

    Os vencedores dos Bafta Awards serão conhecidos no dia 2 de fevereiro, numa cerimónia a realizar-se no Royal Albert Hall, em Londres. O anfitrião da noite será o apresentador e também humorista, Graham Norton.

    Fiquem a conhecer todos os nomeados para os Bafta.

    Melhor filme

    “Era Uma Vez em… Hollywood”

    “1917”

    “O Irlandês”

    “Parasitas”

    “Joker”

    Melhor filme britânico

    “For Sama”

    “1917”

    “Bait”

    “Passámos Por Cá”

    “Rocketman”

    “Dois Papas”

    Dois Papas

    Melhor realizador

    “Era Uma Vez em … Hollywood”, de Quentin Tarantino

    “1917”, de Sam Mendes

    “Parasitas”, de Bong Joon-ho

    “O Irlandês”, de Martin Scorsese

    “Joker”, de Todd Phillips

    Melhor argumento original

    “Knives Out: Todos São Suspeitos”, de Rian Johnson

    “Booksmart – Inteligentes e Rebeldes”, de Susanna Fogel, Emily Halpern, Sarah Haskins e Katie Silberman

    “Era Uma Vez em … Hollywood”, de Quentin Tarantino

    “Parasitas”, de Han Jin Won e Bong Joon-ho

    “Marriage Story”,  de Noah Baumbach

    Melhor argumento adaptado

    “Dois Papas”, de Anthony McCarten

    “O Irlandês”, de Steven Zaillian

    “Joker”, de Todd Phillips e Scott Silver

    “Jojo Rabbit”, de Taika Waititi

    “Mulherzinhas”, de Greta Gerwig

    Little Women

    Melhor atriz

    Scarlett Johansson, por “Marriage Story”

    Jessie Buckley, por “Rosa Selvagem”

    Renée Zellweger, por “Judy”

    Saoirse Ronan, por “Mulherzinhas”

    Charlize Theron, por “Bombshell – O Escândalo”

    Melhor ator

    Joaquin Phoenix, por “Joker”

    Adam Driver, por “Marriage Story”

    Taron Egerton, por “Rocketman”

    Jonathan Pryce, por “Dois Papas”

    Leonardo DiCaprio, por “Era Uma Vez em … Hollywood”

    Melhor atriz secundária

    Margot Robbie, por “Bombshell – O Escândalo”

    Margot Robbie, por “Era Uma Vez em … Hollywood”

    Florence Pugh, por “Mulherzinhas”

    Laura Dern, por “Marriage Story”

    Scarlett Johansson, por “Jojo Rabbit”

    Melhor ator secundário

    Al Pacino, por “O Irlandês”

    Joe Pesci, por “O Irlandês”

    Anthony Hopkins, por “Dois Papas”

    Tom Hanks, por “Um Amigo Extraordinário”

    Brad Pitt, por “Era Uma Vez em … Hollywood”

    Brad Pitt

    Melhor casting

    “Era Uma Vez em … Hollywood”, Victoria Thomas

    “Marriage Story”, Douglas Aibel e Francine Maisler

    “The Personal History of David Copperfield”, Sarah Crowe

    “Joker”, Shayna Markowitz

    “Os Dois Papas”, Nina Gold

    Melhor filme sem ser em língua inglesa

    “Retrato de Uma Rapariga em Chamas”, França

    “A Despedida”, China

    “Dor e Glória”, Espanha

    “For Sama”, Síria

    “Parasitas”, Coreia do Sul

    Melhor fotografia

    “O Farol”, por Jarin Blaschke

    “O Irlandês”, por Rodrigo Prieto

    “1917”, por Roger Deakins

    “Le Mans ’66: O Duelo”, por Phedon Papamichael

    “Joker”, por Lawrence Sher

    Melhor Montagem

    “Le Mans ’66: O Duelo”, por Andrew Buckland e Michael McCusker

    “Jojo Rabbit”, por Tom Eagles

    “Joker”, por Jeff Groth

    “Era Uma Vez em … Hollywood”, por Fred Raskin

    “O Irlandês”, por Thelma Schoonmaker

    le mans 3

    Melhor banda sonora original

    “Jojo Rabbit”, por Michael Giacchino

    “1917”, por Thomas Newman

    “Mulherzinhas”, por Alexandre Desplat

    “Joker”, por Hildur Guđnadóttir

    “Star Wars: A Ascensão de Skywalker”, por John Williams

    Melhor som

    “Le Mans ’66: O Duelo”, por David Giammarco, Paul Massey, Steven A. Morrow e Donald Sylvester

    “Rocketman”, por Matthew Collinge, John Hayes, Mike Prestwood Smith e Danny Sheehan

    “Joker”, por Tod Maitland, Alan Robert Murray, Tom Ozanich e Dean Zupancic

    “1917”, por Scott Millan, Oliver Tarney, Rachael Tate, Mark Taylor e Stuart Wilson

    “Star Wars: A Ascensão de Skywalker” por David Acord, Andy Nelson, Christopher Scarabosio, Stuart Wilson e Matthew Wood

    Melhores efeitos visuais

    “Vingadores: Endgame”, por Dan Deleeuw e Dan Sudick

    “1917”, por Greg Butler, Guillaume Rocheron e Dominic Tuohy

    “O Rei Leão”, por Andrew R. Jones, Robert Legato, Elliot Newman e Adam Valdez

    “O Irlandês”, por Leandro Estebecorena, Stephane Grabli e Pablo Helman

    “Star Wars: A Ascensão de Skywalker”, por Roger Guyett, Paul Kavanagh, Neal Scanlan e Dominic Tuohy

    Melhor design de produção

    “Era Uma Vez em … Hollywood”, por Barbara Ling e Nancy Haigh

    “O Irlandês”, por Bob Shaw e Regina Graves

    “1917”, por Dennis Gassner e Lee Sandales

    “Joker”, por Mark Friedberg e Kris Moran

    “Jojo Rabbit”, por Ra Vincent e Nora Sopková

    jojo rabbit.

    Melhor guarda-roupa

    “Era Uma Vez em … Hollywood”, por Arianne Phillips

    “Jojo Rabbit”, por Mayes C. Rubeo

    “O Irlandês”, por Christopher Peterson e Sandy Powell

    “Judy”, por Jany Temime

    “Mulherzinhas”, por Jacqueline Durran

    Melhor maquilhagem e penteados

    “Bombshell – O Escândalo”, por Vivian Baker, Kazu Hiro e Anne Morgan

    “1917”, por Naomi Donne

    “Rocketman”, por Lizzie Yianni Georgiou

    “Judy”, por Jeremy Woodhead

    “Joker”, por Kay Georgiou e Nicki Ledermann

    Melhor obra de estreia por parte de realizador, argumentista ou produtor britânico

    “Bait”

    “For Sama”

    “Maiden”

    “Only You”

    “Retablo”

    Melhor filme de animação

    “Frozen 2: O Reino do Gelo”

    “Klaus”

    “A Ovelha Choné: O Filme – A Quinta Contra-Ataca”

    “Toy Story 4”

    toy story woody bo peep e1558461077983

    Melhor documentário

    “Diego Maradona”, de Asif Kapadia

    “American Factory”, de Steven Bognar e Julia Reichert

    “For Sama”, de Waad Al-Kateab e Edward Watts

    “Apollo 11”, de Todd Douglas Miller

    “The Great Hack”, de Karim Amer e Jehane Noujaim

    Melhor curta-metragem britânica

    “Azaar”, por Myriam Raja e Nathanael Baring

    “Goldfish”, por Hector Dockrill, Harri Kamalanathan, Benedict Turnbull e Laura Dockrill

    “Kamali”, por Sasha Rainbow e Rosalind Croad

    “Learning yo Skateboard in a Warzone (If You”re a Girl)”, por Carol Dysinger e Elena Andreicheva

    “Lena Headey”, por Anthony Fitzgerald

    Melhor curta-metragem britânica de animação

    “Grandad Was A Romantic”, por Maryam Mohajer

    “In Her Boots”, por Kathrin Steinbacher

    “The Magic Boat”, por Naaman Azhari e Lilia Laurel

    Estrela em Ascenção

    Awkwafina

    Jack Lowden

    Kaitlyn Dever

    Kelvin Harrison Jr.

    Micheal Ward

    Rúben Fonseca
    Rúben Fonseca
    Rúben Fonseca, 23 anos, licenciado em Educação Social na Escola Superior de Educação do Porto. Sou de Valongo, Porto. Os meus interesses passam pelo cinema, futebol e política. Considero-me uma pessoa extremamente auto-crítica e perfecionista.

    Queres estar a par de todas as novidades? Calma!

    Prometemos que não te vamos chatear a toda a hora. Garantimos que te vamos enviar conteúdo de qualidade.

    Últimos Artigos

    Artigos Relacionados