Em pleno evento do Heroes&Villains somos convidados para entrevistar o cast da série Gotham que se encontra na convenção. Faço parte do grupo de jornalistas que agora entra numa sala de conferencia e aguardamos pelos atores que ainda estão nas suas bancas a receberem os fãs para autógrafos e selfies.

Gotham foi quase cancelada, mas o amor e devoção que estes fãs têm pela serie fez com que fosse renovada para uma quinta e última temporada. Os atores chegam e temos connosco David Mazouz (Bruce Wayne), Cory Michael Smith (Riddler) e Drew Powel (Solomon Grundy/Butch). Estão então agora preparados para as nossas perguntas.

Antes de mais parabéns pela renovação para uma quinta temporada!

Corey M.S. : Yeah! Obrigada! Ficamos muito aliviados por ter sido renovada para uma nova temporada porque há tantos shows que são cancelados e os seus finais roubados da audiência, o que é uma tragédia, por isso só pelo facto de termos esta oportunidade de dar o final merecedor a esta serie é uma enorme felicidade e um atestado ao respeito que existe por este trabalho.

Como se sentiram quando souberam que a serie iria ser renovada?

Cory M.S. : Estávamos muitos ansiosos e o tempo passava e não sabíamos de nada. Então quando foi confirmado ficamos em êxtase!

Drew P. : Oh man! Eu apenas fiquei feliz pelos meus colegas! (risos) 

Vocês pegaram nestes papeis que são emblemáticos, como se sentiram a dar vida a estas personagens?

David M. : Eu acho que há um certo perigo ou tendência, pelo menos para mim, de mergulhar no legado da personagem. Esquecer que a personagem já existia 75 anos antes de eu a tornar minha. (perde-se um pouco nos pensamentos) Sabem, eu adoro vir a estas convenções porque posso conversar com os fãs sobre o trabalho e ouvir o que eles acham. Houve uma fã que me disse que nunca tinha tido interesse algum no Batman até ter visto a serie porque não é a mesma historia contada vezes e vezes sem conta. É algo novo e e fora do canon/universo e é por isso que ela gostou. Porque não sabia o que poderia acontecer. Gotham já matou personagens que supostamente vivem e criou relações entre personagens que nunca existiram antes nas bandas desenhadas. Nós, enquanto atores, tomamos certas liberdades em relação a estas personagens mas sempre com respeito. 

Sabias que a tua personagem iria transformar-se no Solomon Grundy desde o inicio?

Drew P. : Nao! (risos) Isto é verdade, estávamos a viajar mesmo antes de começarmos a segunda temporada e fomos ao McDonalds, o que não fazemos com frequência, mas queríamos um Happy Meal para o meu filho. Estavam a promover a serie de animação e o boneco que lhe calhou foi um Solomon Grundy e eu pensei “Hummm uma personagem que não consegues matar…parece interessante.” E um dia tive uma chamada e foi assim” Más noticias! Vais levar um tiro na cabeça. Boas noticias? Vais voltar como Solomon Grundy.” E posso vos dizer que eu não sabia como era ser uma personagem do cânon até esse momento ter chegado. 

Entretanto o actor Robin Taylor (Pinguim) está à porta a perguntar se pode entrar! “Estava à porta à espera de fazer a minha entrada!” ouvem-se risos na sala e Robin Taylor cumprimenta cada jornalista pessoalmente.

Tenho que perguntar, agora que o temos connosco, sobre a última cena da quarta temporada. Foi tão intenso entre as vossas personagens! Como foi para vocês, pessoalmente?

Robin T. : Devastador! Para mim, das coisas mais difíceis neste trabalho é eliminar um colega. Porque para mim, alguém que lutou durante tantos anos só para ter um papel recorrente em alguma coisa, eu levo isto muito a sério.

Drew P. : Eu acho que nunca irei esquecer essa cena entre mim o Robin e a Jessica (Tabitha). Eu saí desta série com uma sensação de closure. Sinto que o Butch se tornou o coração da série de forma muito inesperada. E para o Penguin eu acho que foi importante. Tive pessoas que vieram ter comigo e disseram “Detestei que ele te tivesse feito isso mas eu compreendo o lado dele.” 

Robin T. : Das coisas mais gosto sobre isso e o que eu queria fazer com a cena é que o Pinguim está de luto pela perda do amigo. Ele não fez aquilo porque ele acha que o Butch merece ou porque ele se sente ameaçado por ele. Ele faz isso para castigar a Tabitha, e quando ele o faz o sentimento não é do ameaçador Pinguim, é um coração partido e isso reflete o que a série é : A perda do amor.

Pinguim é uma personagem tão ambígua, e nesta temporada ele está tão destroçado. Mas o público reflete-se nele e as pessoas gostam imenso desta personagem. Pensaste nisto tudo quando pegaste nesta personagem?

Robin T. : Muito! Tudo começou com o guião, claro, porque eu senti que havia um elemento ali. Logo no primeiro episódio naquele momento com o Jim Gordon no paredão. Eu sabia que por detrás estava uma ser humano e com algo que nos fizesse simpatizar com ele e eu sabia que tinha que trazer esse lado ao de cima imediatamente. E mais uma vez, isso estava no guião. Quando fiz a minha pesquisa, antes de ter começado a filmar, eu comecei a aprender mais sobre esta personagem que pela qual eu não tinha qualquer conhecimento antes de ter entrado para a série. Descobrir que ele , o Pinguim, tinha sido vitima de bullying em criança, que ele era um outsider, que ele experienciou toda esta dor tão novo. Tudo isto foi o que Gotham lhe fez e se nada disto tivesse acontecido ele teria-se tornado numa pessoa tão bonita! Então mostrar essa dualidade foi muito importante para mim!

Gotham tem tantos twists e voltas, quem de vocês luta mais para ser o primeiro a ler os guiões e a saber o que acontece?

David M. : Eu tenho este hábito de não ler o guião inteiro até ter lido a ultima página! É das coisas que mais gosto em Gotham! Os seus cliff-hangers! Adoro ler isso primeiro e depois saber o que aconteceu para chegar até lá. 

Chegamos ao fim da nossa entrevista e os convidados despediram-se de nós. Robin Taylor mais uma vez pediu desculpas por ter chegado atrasado. Pediram-nos para não tirar fotos uma vez que não estavam em condições. Imaginem que alguém queria tirar selfies com vocês depois de um workout no ginásio! Este grupo de atores foi mais do que simpático por ter tirado um tempinho para falar connosco. E para vocês que são fãs da série, não se esqueçam de acompanhar o final na Netflix e nos canais FOX!