More

    Jeffrey Dean Morgan fala sobre a sua entrada em The Walking Dead

    Jeffrey Dean Morgan, depois de ver o último episódio da sexta temporada, apanhar um vôo de Los Angeles para Nova Iorque e fazer uma breve passagem pelo set de “The Good Wife”, onde também participa, que interpreta o temível vilão Negan na série “The Walking Dead”, esteve ao telefone com o Cinema Planet.

    Jeffrey Dean Morgan o vilão de “The Walking Dead”

    O que nos pode dizer sobre a sua versão do Negan?

    Sou um fã da série e já era um fã da banda-desenhada. Quando a personagem foi apresentada no número 100 da banda-desenhada recebi um forte apoio dos fãs a dizerem-me que quando o Negan fosse apresentado na série deveria ser eu a interpretá-lo e nessa altura até estava na Comic Con, foi algures em 2012/2013. Em relação ao tom do Negan, as tiras da banda-desenhada proporcionaram o esqueleto da personagem, que eu simplesmente incorporei e à qual acrescentei a carne aos ossos que já estavam lá. Acho que o mais importante é o seu carisma, não é uma pessoa psicótica, pelo menos nunca olhei para o Negan como sendo desse modo. Se estivéssemos a seguir a história do Negan desde o dia 1 no The Walking Dead, as audiências estariam a torcer por ele, porque neste momento eu e os Salvadores estamos contra o Rick e o grupo dele e penso que o Negan tem algo que as pessoas querem seguir. Juntar o carisma, o sentido de humor e a presença do medo num só monólogo foi o que tentei fazer nos dois dias que tive de filmagens. Empenhei-me, dei o meu melhor e espero que as pessoas tenham ficado contentes.

    Negan AMC

    Qual foi a sensação para si e para o resto da equipa ao gravarem a cena final?

    Na minha opinião foi um bocado tenso, tudo aconteceu muito rápido, penso que só tive o argumento dois dias antes das filmagens e mesmo assim só recebi a parte do Negan. Tudo foi mantido em segredo, eu só sabia o meu monólogo que foi praticamente retirado das páginas da banda-desenhada. Mas por razões óbvias o elenco estava agitado, foi até algo emocional e acho que isso deu para ver no final do episódio. Para mim era só decorar o monólogo, algo que fiz muitas vezes ao longo da minha carreira, encontrar o estilo do Negan, mas para o resto da equipa foi muito emocional. Depois das filmagens alguns vieram ter comigo ou mandaram-me mensagens… foi emocional.

    Alguns fãs queixaram-se da forma como terminou o episódio…

    Eu nem sabia como ia acabar o episódio até o ver na televisão. Nenhum dos atores sabia como ia acabar, ou como ia ser mostrado na televisão, o que causou muitas incertezas à medida que se ia filmando. Mas depois de falar com o Scott [M. Gimple] e o Robert [Kirkman] (argumentista e produtor da série, respetivamente) ontem à noite, a explicação que deram relativamente ao final desta temporada foi interessante, pois o Rick perdeu o controlo no momento em que surgiu o Negan, que tomou o controlo de tudo. Era com essa história que eles pretendiam acabar o episódio e não com a morte de uma personagem. A sétima temporada vai iniciar com a morte de uma das personagens, a pessoa que está do outro lado da Lucille [o bastão de Negan]. Eles sabem o que estão a fazer e têm uma grande audiência que se juntou ao longo destas seis temporadas e essas pessoas vão voltar para ver a sétima temporada.

    negan-again-amc-releases-final-scene-of-the-walking-dead-season-6-finale-online-918017

    Como compara o Negan aos vilões que já interpretou?

    Já fiz de vilão várias vezes ao longo da vida, inclusivamente no meu próximo filme, “Desierto” [realizado por Jonás Cuarón], e é sempre divertido. No entanto, nunca tomei o Negan como vilão, principalmente com a personagem a viver num mundo em que um apocalipse zombie mudou tudo. Na banda-desenhada o Negan era um vendedor de carros e não há muito mais que isso. Ele sobreviveu este tempo todo e juntou os Salvadores da mesma forma que o Rick sobreviveu e juntou o seu grupo. O Negan e o Rick são parecidos até um certo ponto. No próximo ano vamos ver o Negan a fazer muita coisa e nem sempre será “simpático”, mas o Rick também é culpado pela morte de pelo menos umas vinte pessoas do seu grupo. Na minha opinião, desde há muito tempo que não vemos uma personagem tão bem moldada como o Negan, seja no cinema ou na televisão.

    Em relação à série: O último episódio da sexta temporada, “Last Day on Earth”, foi transmitido em Portugal a 4 de Abril. “The Walking Dead” volta para uma sétima temporada a 10 de Outubro na FOX. Jeffrey Dean Morgan está nos cinemas com “Batman v. Super-Homem: O Despertar da Justiça” e aparecerá ainda este ano em “Desierto” (realizado pelo irmão de Alfonso Cuarón) e “Heist” (com Robert DeNiro e Gina Carano).

    Miguel Revel
    Miguel Revelhttp://www.cinewebmagazine.blogspot.pt/
    Apaixonado por cinema desde criança, dos clássicos modernos de Nolan e Fincher às obras intemporais de Hitchcock e Welles. Licenciado em Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Colaborador do Cinema Pla'net desde Agosto de 2015.

    Queres estar a par de todas as novidades? Calma!

    Prometemos que não te vamos chatear a toda a hora. Garantimos que te vamos enviar conteúdo de qualidade.

    Últimos Artigos

    Artigos Relacionados