A XXII Gala dos Globos de Ouro aconteceu ontem à noite no Coliseu dos Recreios. Entre os vencedores nas categorias de Teatro e Cinema temos “Cartas da Guerra” de Ivo M. Ferreira. 

A gala portuguesa dos Globos de Ouro teve lugar ontem e premiou o que melhor se fez em 2016 na área do cinema, teatro, música e desporto. Na categoria de cinema, e sem grande surpresa,  “Cartas da Guerra” de Ivo M. Ferreira arrecadou o Globo de Melhor Filme, vencendo “Cinzento e Negro” (Luís Filipe Rocha), “John From” (João Nicolau) e “O Ornitólogo” (João Pedro Rodrigues).

Ver Também: Conhece os vencedores dos Prémios Sophia 2017

Na categoria de Melhor Actor, foi mais uma vez Nuno Lopes a vencer pela sua participação no filme “Posto Avançado do Progresso”. Estavam também nomeados Filipe Duarte (“Cinzento e Negro”), Miguel Borges (Cinzento e Negro) e Miguel Nunes (Cartas de Guerra). No feminino,  Ana Padrão foi a grande vencedora na categoria de Melhor Actriz com a sua prestação em “Jogo de Damas”, superando as suas colegas Joana Bárcia (“Cinzento e Negro”), Maria João Abreu (“A Mãe é que Sabe”) e Mónica Calle (“Cinzento e Negro”).

Não é a primeira vez que Nuno Lopes recebe o galardão

Destacou-se também a jovem actriz Beatriz Frazão por ter ganho o Prémio Revelação do Ano.

Beatriz Frazão, jovem actriz televisiva

Já no teatro, foi “Música”, com encenação de Luís Miguel Cintra que levou o Globo para casa. “Moçambique” (encenação de Jorge Andrade), “O Impromptu de Versalhes” (encenação de Miguel Loureiro) e “Pinocchio” (encenação de Bruno Bravo) eram as outras peças nomeadas. Para Melhor Actriz Isabel Abreu foi a escolhida pelo seu papel em “Um Diário de Preces” e o Globo de Melhor Actor foi para o veterano João Perry com a peça “o Pai”.

A noite ficou ainda marcada pela dupla vitória do treinador Fernando Santos que arrecadou ao Globo de Melhor Treinador e o Prémio Mérito e Excelência.