CinemaDestaquesA próxima edição dos Óscares acabará por não ter apresentador

Depois da polémica na qual Kevin Hart se envolveu, a Academia irá pela primeira vez em 30 anos levar a cabo a cerimónia sem qualquer apresentador. Depois de uma controvérsia relativa a tweets antigos nos quais o humorista americano terá feito humor sobre homossexuais, a Academia viu-se então sem solução no que tocava à escolha de substituto. Depois da manifestação do desinteresse de Chris Rock e do apoio que Ellen DeGeneres deu a Kevin Hart, a...

Depois da polémica na qual Kevin Hart se envolveu, a Academia irá pela primeira vez em 30 anos levar a cabo a cerimónia sem qualquer apresentador.

Depois de uma controvérsia relativa a tweets antigos nos quais o humorista americano terá feito humor sobre homossexuais, a Academia viu-se então sem solução no que tocava à escolha de substituto. Depois da manifestação do desinteresse de Chris Rock e do apoio que Ellen DeGeneres deu a Kevin Hart, a organização optou assim por simplesmente escolher personalidades para dirigirem segmentos na noite da entrega dos prémios máximos da Sétima Arte.

Vê também: Captain Marvel – Divulgado o segundo trailer do filme
apresentador
O ator e humorista Kevin Hart

A última vez que tal aconteceu foi na cerimónia de 1987, na qual os atores Chevy Chase, Goldie Hawn e Paul Hogan foram os responsáveis pelo entretenimento e dividiram a conduta da cerimónia.

A 91ª edição dos Óscares decorrerá então no dia 24 de fevereiro, Domingo, no habitual Teatro Dolby, em Hollywood. O evento será transmitido nos Estados Unidos na ABC Television Network, chegando inclusive a mais de 225 países.

Francisco Quintas

Francisco Quintas

Amante compulsivo de cinema, clássico e moderno. Sintra, 17 anos, estudante na Área de Economia. Colaborador com o Cinema Pla'net desde Novembro de 2017.