“Seized” é um filme norte-americano realizado por Isaac Florentine e protagonizado Scott Adkins (Doctor Strange, Hercules).

Ator e realizador reencontram-se 5 anos depois da última colaboração.

“Seized” marca a oitava vez que Adkins e Florentine trabalham juntos, mas é a primeira vez que Adkins não precisa de recorrer a um sotaque americano ou russo para interpretar o seu personagem.

O filme conta a história de um ex-agente das forças especiais que vê o seu filho raptado. Para poder voltar a vê-lo terá que matar 3 grupos internacionais em menos de 5h 30min ou seu filho acabará por morrer com falta de oxigénio.

Duas agradáveis surpresas para mim foram Mzamo (Mario Van Peebles) e Alanza (Karlee Pérez).

Mário Van Peebles interpreta o papel de um barão simpático, coisa pouco comum em filmes com barões do crime. Nunca deixa o filho de Nero passar fome ou frio e a única coisa que ele quer é que Nero mate três grupos internacionais que são pior que o dele incluindo um que trafica crianças.

Karlee Pérez interpreta o papel de Alanza mulher de Mzamo que passa quase todo o filme de maneira discreta, mas quando se aproxima do fim Alanza revela-se um pouco mais e tem ali 2/3 cenas de luta que demonstram a qualidade que ela tem, o passado no pro wrestling ajudou bastante.

Ver também: Série sobre “The Last of Us” já tem realizador

Em “Seized” Scott Adkins executa a maioria das suas acrobacias rigorosas sem um duplo, o que demonstra bem o risco que o ator corre, pois, qualquer cena de luta mal feita e o ator podia se dar mal.  Como é obvio Adkins antes de fazer as suas cenas de luta foi treinado para tal, mas mesmo assim é sempre um risco fazer estas cenas sem um duplo.

Neste filme eu destacaria o final, pois não foi o final típico de um filme de ação em que que normalmente termina com o herói a matar o vilão ou a chamar a polícia para o prender, neste filme Nero (Scott Adkins) deixa Mzamo (Mário Van Peebles) ir embora sem que haja nenhum confronto entre eles. Com este final o realizador pretende demonstrar como a violência não resolve nada e que Nero só recorreu a ela para salvar o seu filho.

Em suma eu gostei bastante deste filme e aconselho-o a ver porque é um filme que te cativa do princípio ao fim, com ação non-stop, o típico filme que os fãs deste género adoram.

“Seized” estreia muito em breve nos videoclubes em Portugal.