More

    Tudo o que precisas saber sobre a 21ª edição do MONSTRA

    O tema deste ano será “A Animação analógica e digital”, reforçando que a inovação pode (e deve) ser utilizada em beneficio da arte.

    O Festival de Animação de Lisboa está de volta, 21ª MONSTRA

    Entre os dias 16 e 27 de Março, vamos poder ver mais de 400 filmes, espalhados por quatro salas diferentes: Cinema S. Jorge, Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, Cinemateca Júnior e Cinema City Alvalade. Egito e Paquistão juntam-se à MONSTRA pela primeira vez, fazendo companhia aos restantes 44 países representados no festival.

    A Bulgária é convidado de honra e vamos poder conhecer grande parte da sua história no cinema de animação. Celebrando a criação do Departamento de Animação (na altura, pertencente ao Instituto Nacional da Cinematografia Búlgaro), mais de 80 Filmes vão representar o que melhor se fez no país nos últimos 75 anos – desde o trabalho de pioneiros como Todor Dinov, Ivan Vaselinov ou Stoyan Dukov; até às mais recentes obras, como a estreia mundial de “To Put It Mildly” de Anri Koulev.

    Este convidado também permitiu uma colaboração da MONSTRA com quatro festivais Animateka (Eslovénia), Animator (Polónia), Animafest (Croácia) e Animest (Roménia), que será representada na secção “Da Europa de Leste para Portugal”.

    Vê o que não podes perder nesta edição:

    “Belle” de Mamoru Hosoda (Ante-estreia MONSTRA 2022)

    belle hosoda

    A nova adaptação japonesa da história de “A Bela e o Monstro” foi a escolha para a abertura do festival, logo no dia 16 de Março (Cinema São Jorge). A sua estreia mundial ocorreu no Festival de Cannes 2021 e contou com 22 nomeação em diversos festivais e eventos de cinema e animação, tornando-se no filme japonês mais nomeado dos Prémios Annie – ultrapassando o famoso “A Viagem de Chihiro”.

    “Flee – A Fuga” de Jonas Poher Rasmussen 

    Flee A Fuga

    Se o nome parecer conhecido, não estranhes – o novo filme do dinamarquês Rasmussen está nomeado para três categorias dos Óscares 2022 (Melhor Filme de Animação, Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Documentário de Longa Metragem). A estreia mundial de “Flugt” (nome original) ocorreu em Janeiro de 2021 no Festival Sundance, mas a sua estreia nos EUA ocorreu em Dezembro – o que permitiu que fosse elegível aos actuais prémios da Academia.

    Competição de Longas-Metragens | Curtas-Metragens

    “Bob Cuspe” de Cesar Cabral ou “Ma Famille Afghane” de Michaela Pavlátová são duas das longas-metragens distinguidas no Annecy Festival 2021, que poderemos ver nesta edição da MONSTRA. Na Competição de Curtas, contamos com outro filme nomeado aos Óscares 2022, desta vez na categoria de “Melhor Curta-metragem de Animação – “Affairs of the Art” de Joanna Quinn. A realizadora terá também uma exposição dedicada ao seu trabalho, com centenas de desenhos originais, apresentados na Sociedade Nacional de Belas Artes.

    monstrinha
    Anúncio do concurso MONSTRINHA 2022

    Dentro do tópico, não queríamos deixar de destacar as Competições de Curtas-metragens de Estudantes, Curtíssimas (curtas até 2 minutos de duração) e a MONSTRINHA (filmes infantis e family friendly) – o talento nacional também tem lugar neste festival!

    Prémios SPA | Vasco Granja

    Falando em talento nacional, “A Boneca de Kafka”, de Bruno Simões, “A Criação”, de José Xavier, “O Teu Nome É”, de Paulo Patrício, “Tom Tom”, de João Levezinho, “Degelo” de Susana Miguel António e Filipa Gomes da Costa,“Hillocks”, Maria Constanza Ferreira, “O Voo das Mantas”, de Bruno Carnide, “Coalescence”, de João Pedro Oliveira, “Who Can Resist?”, de Pedro Serrazina, e “ O Homem do Lixo”, de Laura Gonçalves são as 11 curtas-metragens de origem portuguesa a concurso este ano.

    Exposições

    affairs of the art
    Poster “Affairs of the Art”, realização, animação e arte de Joanna Quinn

    Além das obras de Joanna Quinn, a Sociedade Nacional de Belas Artes recebeu também o trabalho do realizador Anri Koulev (Bulgária) e a exposição “10 Anos BAP”, sobre um dos mais conhecidos estúdios de animação portugueses (BAP Animation Studios). Outro estúdio português que também recebeu destaque este ano foi o Animanostra, que cujas obras poderão ser visitadas na Galeria de Santa Maria Maior. Também o Museu da Marioneta e o Cinema São Jorge serão cenário dos trabalhos de Nuno Beato (“Os Demónios do meu Avô”) e de Anri Koulev (“To Put It Mildly”).

    Na 21ª MONSTRA, haverá conteúdo para todos os gostos: TerrorAnim (filmes de animação de terror e fantasia), Triple X (seleção de cinema de animação erótico) ou Animação Experimental são algumas das secções que poderás visitar.

    Não há desculpas para não ir! O Festival disponibiliza uma app – Monstra Festival (disponível na Play e App Store) – onde poderás consultar todas as informações sobre o que vai acontecer ao longo das duas semanas (salas, horários, atividades, etc), bem como guardar quais os eventos que pretendes assistir.

    O Cinema Planet estará presente nesta edição, para te todas trazer as novidades!

    Mara Jorge
    Mara Jorge
    Nerd desde 1990. Nos intervalos entre a ver séries e ler Stephen King, trabalho em Marketing numa empresa de Tecnologia.

    Queres estar a par de todas as novidades? Calma!

    Prometemos que não te vamos chatear a toda a hora. Garantimos que te vamos enviar conteúdo de qualidade.

    Últimos Artigos

    Artigos Relacionados