CinemaDestaquesFestivais de cinemaNotíciasTrailersWillem Dafoe explora a gélida Sibéria de Abel Ferrara

Abel Ferrara e Willem Dafoe voltam a colaborar em cinema, desta feita em "Siberia", filme destinado a estrear em Berlim e cujo trailer a Indiewire divulgou em primeira mão.
Cátia Santos Cátia SantosFev 23, 2020
Realização
Abel Ferrara
Elenco
Willem Dafoe, Dounia Sichov, Simon McBurney
Data Estreia
19 MAR 2020 (Alemanha)

Abel Ferrara e Willem Dafoe voltam a colaborar em cinema, desta feita em “Siberia”, filme destinado a estrear em Berlim e cujo trailer a Indiewire divulgou em primeira mão.

O duo de ator e realizador trabalham novamente juntos depois de “Tommaso” e “Pasolini”. “Siberia” tem novo trailer e vai estrear na edição deste ano do Festival de Cinema de Berlim a 24 de fevereiro, contando depois com mais sessões.

Abel Ferrara regressa à competição em Berlim 25 anos depois de o ter feito com “Os Viciosos”, clássico filme do cineasta norte-americano, com Lili Taylor no papel principal de uma história que tem tanto de horror como de filme noir.

Em 2016, tanto Isabelle Hupert como Nicolas Cage estiveram destinados a aparecer no filme, mas não se encontram já na lista do elenco ou até mesmo no trailer.

O elenco oficial conta com nomes como Cristina Chiriac, Anna Ferrara (a mulher do realizador), Dounia Sichov, Simon McBurney, Valentina Rozumenko, Daniel Giménez Cacho, Phil Neilson, Fabio Pagano, Laurentio Arnatsiaq e Ulrike Willenbacher.

A sinopse é tão vaga e exploratória como as imagens agora divulgadas: um homem chamado Clint foge de um mundo para outro, estranho e frio, aquecido por peles e fogo – foge para encontrar o isolamento total do mundo, que não é suficiente.

Vê também: “O Farol” – Uma espiral de loucura, com Willem Dafoe e Robert Pattinson

Voltando a entrar em viagem, o mesmo homem irá viajar para dentro de si mesmo, explorando sonhos e procurando visões. Esta será uma dança com os próprios demónios e uma procura de respostas num ambiente próximo do sobrenatural.

A direção de fotografia é da autoria de Stefano Falivene, que trabalhou em “Um Peixe Fora de Água” de Wes Anderson, e também esteve envolvido no “Pasolini” de Ferrara.

O argumento foi escrito por Christ Zois, que mais recentemente também foi o autor do argumento do filme de Ferrara, “Bem-Vindo a Nova Iorque”, de 2014.