CinemaDestaquesLista de FilmesOs 10 vilões mais carismáticos do cinema de ficção científica e fantasia

O Cinema Pla’net elaborou o top 10 daqueles que considera serem os vilões mais carismáticos dos filmes de ficção científica e fantasia. A equipa do Cinema Pla’net decidiu juntar-se para elaborar uma lista com os 10 vilões mais carismáticos do cinema que aborda os estilos de ficção científica e fantasia. Ver também:  Desde presenças em apenas um filme a presenças repetidas ao longo de sagas, os vilões manifestados no artigo revelam o seu carisma por...
Rúben Fonseca Rúben FonsecaAgo 8, 2019

O Cinema Pla’net elaborou o top 10 daqueles que considera serem os vilões mais carismáticos dos filmes de ficção científica e fantasia.

A equipa do Cinema Pla’net decidiu juntar-se para elaborar uma lista com os 10 vilões mais carismáticos do cinema que aborda os estilos de ficção científica e fantasia.

Ver também: 

Vilões

Desde presenças em apenas um filme a presenças repetidas ao longo de sagas, os vilões manifestados no artigo revelam o seu carisma por diversas razões. Movidos, na maior parte dos casos, pela sede de vingança, há também aqueles que seguem uma certa ideologia de forma fervorosa e ainda quem queira, no seu entender, conquistar o mundo.

Penguin por Danny  DeVito em “Batman Regressa” (1992)

Vilões

O verdadeiro nome do famoso pinguim do mundo de Batman é Oswald Chesterfield Cobblepot. Este ser de baixa estatura faz-se acompanhar de um pequeno exército de pinguins e um guarda-chuva repleto de artimanhas. O seu passado tenebroso fizeram dele um psicopata plenamente impiedoso.

The Predator por Kevin Peter Hall, na saga “Predador”

Vilões

O Predator é, como o próprio nome indica, um autêntico predador. Um criatura com uma força sobre-natural e uma capacidade inerente de se camuflar. A personagem tem uma particularidade que poucas têm (há ainda outra nesta lista), a de proporcionar ansiedade e nervosismo a quem vê, sem aparecer na tela. O não saber o que está por trás do terror é por si só um grande instigador de inquietação.

Terminator por Arnold Schwarzenegger, em “O Exterminador Implacável” (1984)

Terminator, a personagem de Schwarzenegger que da o título ao filme, é um ciborgue com inteligência artificial que viaja no tempo, desde 2029 até ao dia 12 de maio de 1984, com o objetivo de alterar o curso da história e, consequentemente, o futuro.

Agent Smith por Hugo Weaving, na saga “Matrix”

Agent Smith é, segundo o eterno Morpheus, uma manifestação de inteligência artifical no mundo da Matrix, com força sobre-humana que, assim como todos os seus pares, foi originalmente programado para manter ordem dentro do sistema, eliminando quaisquer programas ou humanos que provocam instabilidade na realidade simulada, manipulando assim o seu ambiente.

Thanos por Josh Brolin, na saga “Os Vingadores”

Thanos é um dos maiores mais vilões da Marvel e, claramente, o maior de todos do seu Universo Cinematográfico. Alimentado por uma sede ganância descomunal, Thanos tem o objetivo de, segundo o próprio, repor o equilíbrio no universo. Para isso, acredita ser necessário aniquilar metade da população.

T-1000 por Robert Patrick, em “O Exterminador Implacável 2 – O Dia do Julgamento” (1991)

O T-1000 é caracterizado no segundo filme da saga “Exterminador Implacável” como um android feito de metal líquido que tem a capacidade de manipular o seu aspeto, podendo assumir diversas formas. Este terrível vilão é descrito pela AllMovie como um dos papéis mais memoráveis num dos filmes igualmente mais memoráveis da década.

Lord Voldmort por Ralph Fiennes, na saga “Harry Potter”

Vilões

Lord Voldmort é considerado o bruxo mais poderoso das trevas de todos os tempos, que tem como objetivos primordiais controlar o mundo mágico e adquirir a imortalidade. Com uma aparência inusitada, “Quem-Nós-Sabemos” marcou presença em quatro filmes da saga de fantasia “Harry Potter”.

Hal-900 por Douglas Rain (voz), em “2001: Odisseia no Espaço” (1968)

HAL-900 é um computador de bordo da nave espacial Discovery, responsável por todo o funcionamento da mesma. Com uma avançada inteligência artificial e desprovido da possibilidade de nutrir quaisquer sentimentos ou emoções, o maquiavélico HAL-900 torna-se essencial no desenrolar do filme, provocando, de forma intencional, uma tragédia sem precedentes.

Darth Vader por David Prowse e James Earl Jones (voz), na saga “Star Wars”

O incontornável Darth Vader é o vilão humano mais carismático do mundo do cinema de ficção científica e fantasia. Desfigurado, cuja história é contada na segunda trilogia da saga, que funciona como prequela da original, é obrigado a usar uma máscara que o ajuda a respirar. Extremamente poderoso, Darth Vader é movido por uma enorme sede de vingança e uma vontade indómita de conquistar a galáxia.

Alien por Bolaji Badejo, em “Alien, o Oitavo Passageiro” (1979)

Vilões

“Alien, o Oitavo Passageiro” trouxe-nos um dos vilões mais temíveis da história da sétima arte. O filme mostra a evolução da espécie alienígena, desde o seu brotar, passando pelo seu célere crescimento, até à sua forma final. Não por razões externas, mas sim pelas características que são inerentes à sua natureza, Alien revela-se uma criatura maligna, quase intransponível.