O Cinema Pla’net votou nas melhores séries da década e este é o nosso top 7 das mini-séries ou antologias.

Menção Honrosa: “The Jinx: The Life and Deaths of Robert Durst” (2015), “The Haunting of Hill House” (2018), “Sharp Objects” (2018), “American Crime Story” (The People vs OJ Simpson, 2016 / The Assassination of Gianni Versace, 2018) e “When They See Us” (2019).

1. Years and Years (2019)

A vida de uma família de Manchester a partir de uma noite crucial em 2019. A partir daí a história acelera anos no futuro, seguindo a família enquanto o mundo é abalado por uma crescente instabilidade política, económica, tecnológica, social e climática.

Criada por Russel T. Davies, com Emma Thompson, T’Nia Miller, Rory Kinnear, Ruth Madeley, Anne Reid, Jessica Hynes

Nomeada a 3 Critics Choice Awards

Ver também: Years and Years – Uma familia em conflito com o futuro

True Detective (2014-presente)

Em 2012, os detectives Rust Cohle e Martin Hart da Polícia do Estado da Louisiana são chamados a revisitar um caso de homicídio em que trabalharam em 1995. À medida que o inquérito se desenrola nos dias de hoje através de interrogatórios separados, os dois antigos detectives narram a história da sua investigação, reabrindo feridas e questionando a sua suposta resolução de um assassinato ritualístico bizarro em 1995.

Criada por Nic Pizzolatto, com Matthew McConaughey, Woody Harrelson, Michelle Monaghan, Alexandra Daddario

Vencedora de 5 Emmys e Nomeada a 4 Globos de Ouro

[Nota: Por decisão unânime só contámos com a primeira temporada.]

Sara (2018)

Uma sátira ao meio audiovisual português e, em particular, ao mundo da televisão, pelos olhos de uma atriz de cinema que está farta de receber sempre os mesmos papéis dramáticos. Sara decide que a partir de agora: “Não há nem mais uma lágrima, não há tragédia, não há mamas, não há o c******!”

Criada por Bruno Nogueira e Marco Martins, com Beatriz Batarda, Albano Jerónimo, Nuno Lopes, Bruno Nogueira, Rita Blanco, Miguel Guilherme, Cristovão Campos

Vencedora do Sophia de Melhor Série ou Tele-Filme e do Prémio Autores – Ficção Televisiva

Ver também: Sara – a monumental e definitiva sátira televisiva portuguesa

Sherlock (2010-2017)

Uma atualização moderna encontra o famoso Sherlock Holmes e o seu parceiro médico Dr. Watson, a resolver crimes na Londres do século XXI.

Criada por Mark Gatiss e Steven Moffat, com Benedict Cumberbatch, Martin Freeman, Louise Brealey, Rupert Graves, Una Stubbs, Andrew Scott

Vencedora de 9 Emmys e Nomeada a 1 Globo de Ouro

Chernobyl (2019)

Em Abril de 1986, uma enorme explosão irrompeu na central nuclear de Chernobyl, no norte da Ucrânia. As histórias dos homens e mulheres, que tentaram conter a catástrofe, bem como daqueles que deram as suas vidas impedindo uma subsequente e pior.

Criada por Craig Mazin, com Jared Harris, Stellan Skarsgaard, Emily Watson, Adam Nagaitis, Paul Ritter, Robert Emms, Jessie Buckley, Sam Troughton

Vencedora de 10 Emmys e 2 Globos de Ouro

Fargo (2014-presente)

Várias crónicas de falsidade, intriga e assassinato nos arredores gelados do Minnesota. No entanto, todas estas histórias conduzem misteriosamente de uma forma ou de outra à pequena vila de Fargo, Dakota do Norte.

Criada por Noah Hawley, com Billy Bob Thornton, Martin Freeman, Kirsten Dunst, Ewan McGregor, Carrie Coon, Jesse Plemons, Mary Elizabeth Winstead, David Thewlis, Ted Danson, Patrick Wilson, Colin Hanks, Allison Tolman

Vencedora de 6 Emmys e 3 Globos de Ouro

Black Mirror (2011-presente)

Uma série antológica que explora um multiverso retorcido de alta tecnologia, onde as maiores inovações e os instintos mais sombrios da humanidade colidem.

Criada por Charlie Brooker, com Daniel Kaluuya, Jon Hamm, Bryce Dallas Howard, Gugu Mbatha-Raw, Jesse Plemons, Domhnall Gleeson, Cristin Milioti, Letitia Wright, Rory Kinnear, Andrew Scott, Hannah John-Kamen

Vencedora de 6 Emmys