A Cinemundo é agora responsável por gerir a distribuição do catálogo de filmes da Universal Pictures nos cinemas portugueses, incluindo “Velocidade Furiosa 9” e “Mínimos 2”.

Toda a situação começou em Julho de 2019 quando a poucos dias da estreia do spin-off “Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw” (1 de Agosto) foi anunciado que devido a um desentendimento entre a distribuidora NOS Audiovisuais e a Universal Pictures, o blockbuster com Dwayne Johnson e Jason Statham não iria ser exibido nas salas de cinema NOS. O comunicado da NOS era simples:

“O estúdio do filme (a Universal) impôs condições comerciais que a NOS não pôde aceitar”.

Os rumores variaram entre a impossibilidade de estrear o filme em IMAX devido aos excelentes resultados de “O Rei Leão”, disputas de percentagens de lucro e ao facto de espectadores que usufruam do cartão NOS só paguem 3,5€ por bilhete. A verdade nunca veio ao de cima mas os resultados de uma grave discordância estavam à vista quando filmes como “Tudo Bons Meninos”, “Downton Abbey”, “Abominável”, “Last Christmas” e “Cats” não estrearam nos Cinemas NOS.

Agora foi assinado um acordo de exclusividade entre a Cinemundo e a UIP (United International Pictures) para a distribuição do catálogo da Universal Pictures a partir de Abril. A lista de estreias de 2020 agora a cargo da Cinemundo inclui “Velocidade Furiosa 9”, “Os Mínimos 2: A Ascensão de Gru”, “Trolls: Tour Mundial”, “Halloween Kills”, “Candyman” (remake produzido por Jordan Peele “Get Out”), “Os Croods 2”, “Bios” (ficção científica com Tom Hanks) e “News of the World” (western de Paul Greengrass “Bourne”, com Tom Hanks). Por outro lado, a distribuição em Home Video fica exclusivamente a cargo de outra distribuidora, a PRIS Audiovisuais.

Distribuidora portuguesa criada há 4 anos, a Cinemundo (com canal de televisão na MEO, Vodafone, Nowo e DStv) foi a responsável pela estreia em território português de filmes como “Todo o Dinheiro do Mundo” (de Ridley Scott), “Derradeira Viagem” (de Richard Linklater) e “Fahrenheit 11/9” (de Michael Moore), mas também de grandes êxitos como a adaptação young-adult “After” (mais de 150 mil espectadores em Portugal), “Mães à Solta” (com Mila Kunis e Kristen Bell), “Ousadas e Golpistas” (com Jennifer Lopez) e “Novos Amigos Improváveis” (remake de “Intouchables” com Bryan Cranston e Kevin Hart).

Ler também: Filme das Doce “Bem Bom” já está em filmagens, com estreia em junho

Foram igualmente responsáveis por muitas estreias de cinema europeu sobretudo comédias francesas e espanholas, mas também alguns filmes portugueses como “A Mãe é Que Sabe” e “Malapata”. Em junho deste ano chega às salas pela Cinemundo “Bem Bom”, o biopic das Doce da realizadora Patrícia Sequeira.