Phoebe Waller-Bridge, a criadora da famosa série “Killing Eve”, é apontada como a mais recente aquisição para “Bond 25”, mais precisamente para dar um ar mais vívido ao argumento do filme e tornando-se, assim, a segunda mulher a escrever na franquia dos filmes de Bond.

Waller-Bridge é mais conhecida do público norte-americano pelo seu papel como a voz de L3-37, o andróide recalcitrante de “Han Solo: Uma História de Star Wars” mas é uma artista muito aclamada noutras áreas.

Publicidade

Escritora, argumentista, autora de peças de teatro e conhecida por criar e escrever a aclamada série de comédia da BBC “Fleabag” e a ainda muito amada série da BBC America “Killing Eve”.

Daniel Craig havia criado alguma oposição à versão de Bond de Danny Boyle/John Hodge por achá-la demasiado humorística. Waller-Bridge  ter-se-á entretanto encontrado com o ator em Nova Iorque e discutido um modo de melhorar o argumento, apesar de a autora ter claramente comédia a correr nas suas veias.

Recorde-se que “Bond 25” já sofreu muitos atrasos na produção e na data de estreia e Scott Z. Burns já havia sido trazido para trabalhar no argumento em fevereiro passado e será a Burns, Neil Purvis e Robert Wade que Waller-Bridge se juntará.

Cary Fukunaga está ao leme na realização, Ben Whishaw, Ralph Fiennes, Naomie Harris e Léa Seydoux são atores que se espera que retornem aos seus papéis anteriores e diz-se que Rami Malek irá interpretar o papel do vilão.

Phoebe Waller-Bridge

Em breve, por isso, se espera que comecem as filmagens e que um destes próximos dias os produtores Barbara Broccoli  e Michael G. Wilson dêem uma daquelas conferências de imprensa pomposas com toda a gente envolvida e anunciam o início da produção.

Vê também: Bond 25 – James Bond regressará na Páscoa de 2020

As filmagens do ainda “Bond 25” e de que correm rumores se venha a chamar “Eclipse”, irão decorrer em Itália, Noruega e Jamaica, juntamente com a base dos Pinewood Studios, no Reino Unido.