“Family Guy” celebra o seu 20º aniversário e tanto a Fox como o criador da série de animação, Seth MacFarlane, fizeram questão de assinalar e celebrar o acontecimento histórico, no momento em que se encontra na sua 17ª temporada.

 

A série animada foi para o ar pela primeira vez em janeiro de 1999 a seguir ao Super Bowl e apesar da recepção positiva e números de audiência relativamente aceitáveis, acabaria por ser cancelada depois de uma descida gradual do seu sucesso.

Ainda assim, teve a oportunidade de ser renovada à última da hora para uma terceira temporada, mesmo assim com menos episódios do que os das temporadas anteriores.

Vê também: Novo clip de “Como Treinares o Teu Dragão: O Mundo Secreto”

Com a segunda oportunidade, os números de espectadores não melhoraram, a qualidade da série tornou-se errante e acabaria por ser cancelada novamente, em 2002.

Com as repetições de episódios no Adult Swim (o mesmo canal que transmite “Rick and Morty”) e as vendas de DVD em altas, a série seria mais uma vez ressuscitada pela Fox em 2005 e a partir daí nunca mais parou.

Family Guy

“Family Guy” tornou-se reinante nos Domingos à noite, fazendo parte do designado “Animation Domination”, um bloco de programação de animação transmitido em horário nobre pela Fox.

“Family Guy” conta a história da altamente disfuncional família Griffin, encabeçada pelo pouco inteligente patriarca, Peter (MacFarlane). O resto da unidade familiar inclui a mulher Lois (Alex Borstein), os filhos Chris (Seth Green) e Stewie (MacFarlane) e a eternamente insatisfeita filha Meg (Mila Kunis).

O grupo de personagens central é coadjuvado pelo cão de caraterísticas antropomórficas, Brian (MacFarlane) e nele se misturam elementos de mordaz comentário social e sátira política com humor javardo.

No que toca ao nível de controvérsia, a série encontra-se taco a taco com “Os Simpsons” e “South Park” e apesar de as audiências se encontrarem outra vez em sentido descendente, a Fox reconhece o seu estatuto de marco para o canal.

Family Guy

A Fox divulgou ainda um vídeo para assinalar a celebração do aniversário e chega ao ponto de incluir no mesmo a menção ao seu cancelamento, o que só demonstra uma enorme capacidade de rir de si própria e das suas vicissitudes.

Ao mesmo tempo, o vídeo serve também para mostrar o caminho que a série tomará nos próximos episódios, já que é uma pré-visualização do que o futuro desta família improvável reserva.

Vê também: Live-action dos famosos Hot Wheels da Mattel

Apesar de Seth MacFarlane já não escrever o argumento de “Family Guy”, permaneceu, como criador, intrinsecamente ligado à série, apesar de ter feito a transição para o mundo do cinema com filmes como “Ted” e “Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas”.