Críticas de Cinema“Frozen II – O Reino Do Gelo” – Aquece ou arrefece?

Em 2013 a Disney surpreendeu todos os espectadores com o seu retorno ás poderosas canções  que foram durante muitos anos o pico dos seus filmes. Frozen e a canção "Let It Go" tornaram-se num sucesso internacional que provou que a Casa Do Rato conseguia voltar aos seus tempos gloriosos. Apostar numa sequela nem sempre resultou para a Disney e quase nenhum filme foi triunfante nesse aspecto. Mas será que Frozen II consegue recriar a magia do primeiro filme? Haverá musicas que consigam o mesmo poder de "Let It Go"? Venham comigo até Arendelle. Outra vez.
Maria Lima Maria LimaDez 3, 201975/100
Realizado
Chris Buck, Jennifer Lee
Estreia
21 NOV 2019
Overall Score
Rating Overview
Realização
70%%
Animação
90%%
Argumento
60%%
Banda Sonora
80%%
Rating Summary
Mesmo assim "Frozen 2" vale o nosso tempo, pela beleza e fantástica animação! Ver a evolução e a atenção ao detalhe no grande ecrã é uma experiência única. E se a Disney aprendeu algo com o falhanço das suas sequelas anteriores é não cortar no orçamento da animação. As musicas são mais uma vez inspiradoras e todas as personagens têm o seu momento. É sem duvida uma viagem não só pessoal como emocional! 

Em 2013 a Disney surpreendeu todos os espectadores com o seu retorno ás poderosas canções,que foram durante muitos anos o pico dos seus filmes, com o filme “Frozen”!

“Frozen” e a canção “Let It Go” tornaram-se um sucesso internacional que provou que a “Casa Do Rato” conseguia voltar aos seus tempos de glória. Apostar numa sequela nem sempre resultou para a Disney e, praticamente, nenhum filme foi triunfante nesse aspecto. Mas será que “Frozen 2-O Reino do Gelo” consegue recriar a magia do primeiro filme? Haverá musicas que consigam o mesmo poder de “Let It Go”? Venham comigo até Arendelle. Outra vez…

Nesta sequela o reino onde mora a Rainha Elsa e a Princesa Anna encontra-se em perigo e as irmãs, em conjunto com Kristoff e os tão fofos Sven e Olaf, decidem atravessar uma penumbra para uma floresta encantada onde irão descobrir segredos sobre o passado.

É difícil fazer uma review completa sem entrar em território de spoilers mas irei fazer o meu melhor…

O desenvolvimento das personagens e das suas relações é algo muito bem explorado nesta sequela. Todos evoluem, transformam-se e descobrem novos lados das suas personalidades. Quase uma espécie de “coming of age“. Olaf é muito mais engraçado nesta sequela e com mais “tempo de antena” e uma sequência hilariante! Acreditem que irão saber do que estou a falar!

Os temas que “Frozen” e “Frozen II” abordam não mudaram de um filme para outro mas evoluíram de certa forma. Amor e Medo continuam a ser o foco da história e explora mais profundamente a mitologia da qual tivemos apenas um gostinho no primeiro filme.

Outro ponto que o filme continua a explorar é a diferença entre a Anna e a Elsa. Duas mulheres com personalidades e experiências completamente diferentes e que nenhuma sobrepõe a outra no diz respeito aos seus “achievements“. Ambas são válidas, assim como as escolhas que fazem. Seja estar numa relação ou simplesmente sentindo-se realizada estando sozinha.

Ver Também: The Crown – A jóia da coroa da Netflix continua a brilhar!

Não poderia deixar de mencionar as musicas. Finalmente um solo para Kristoff, que é incrivelmente animado! É como se estivéssemos a ver um videoclipe dos tempos gloriosos da MTV. Mas o destaque, mais uma vez, vai para Idina Menzel, que dá a voz a Elsa, a interpretar  “Into The Unknown e Show Yourself”. Muito do sucesso destas canções devesse a esta artista que vem dos palcos da Broadway e que traz “um” outro nível…

Ver a evolução e a atenção ao detalhe no grande ecrã é uma experiência única…

Os pontos fracos deste filme infelizmente caiem no argumento e na expansão do universo. Parece um terceiro acto contido em apenas uma hora e meia. A mitologia poderia ter ser muito mais explorada e abrangente, como por exemplo a serie Avatar”, acaba por ficar muito aquém do esperado. A mensagem de união e “deitar abaixo muralhas” é importante mas não passa com a força com que deveria devido a historia ser tão contida.

Mesmo assim “Frozen 2” vale o nosso tempo, não só pela beleza mas também pela  fantástica animação! Ver a evolução e a atenção ao detalhe no grande ecrã é uma experiência única. Se a Disney aprendeu algo com o falhanço das suas sequelas anteriores é não cortar no orçamento da animação. As musicas são mais uma vez inspiradoras e todas as personagens têm o seu momento. É sem duvida uma viagem não só pessoal como emocional!