Depois do sucesso do primeiro filme, chega o segundo «IT – Capítulo II» também realizado por Andy Muschietti, baseado no livro de Stephen King.

Se és fã de terror não podes deixar de ir ver este filme ao cinema. Não é todos os dias que um filme de terror ultrapassa as 2 horas de duração. O «It – Capítulo II» tem uma duração de 169 minutos, quase 3 horas.

Ver também: Pode acontecer o capítulo 3 de “IT”?

Conta com a participação de Bill Skarsgård (Pennywise), Jessica Chastain (Beverly), James McAvoy (Bill), Bill Hader (Richie), Isaiah Mustafa (Mike), Jay Ryan (Ben), James Ransone (Eddie) e Andy Bean (Stanley). Além do respectivo cast do 1º filme.

Começando pela duração do filme, o 1º também ultrapassava as duas horas com 135 minutos (ver também Crítica | “IT”) . O segundo, com 169 minutos parece tornar-se demasiado.

Ao ver o primeiro filme não senti o “tempo” da mesma forma que senti no segundo. O primeiro flui de uma forma muito mais agradável enquanto o segundo pode tornar-se um pouco confuso. Especialmente quando o realizador tenta misturar o passado com o presente (algo que a nível de transições e cinematografia está excelente) mas acaba por se tornar cansativo para nós.

A nível de casting e performance, os atores foram muito bem escolhidos para interpretar cada personagem. Fizeram tão bom trabalho que o espectador consegue identificá-los apenas pela voz e forma de falar. 

Bill Hader (Richie) acaba por roubar o protagonismo a James McAvoy (Bill). Tal como Finn Wolfhard (Richie) acabava por ter mais impacto no público do que o próprio protagonista Jaeden Martell (Bill) no primeiro «It».

Claro que, tal como no primeiro filme, acaba por ser uma história com multi-protagonistas. Daí ambos os filmes serem extensos.

Em «It – Capítulo II» as personagens não estão todas no mesmo sítio. É Mike que as junta novamente em «Derry, Maine» relembrando o pacto feito pelos mesmos 27 anos atrás.

Os efeitos visuais estão excelentes. É um dos pontos fortes do filme bem como as transições/elipses que o filme faz entre o cast do primeiro filme e o cast 27 anos depois (no presente). Definitivamente uma boa escolha para apostar ver em IMAX ou 4DX.

Não vão faltar jump scares e momentos muito mais “gore” do que o primeiro filme que nos surpreendeu logo na primeira sequência quando o pequeno Georgie fica desmembrado por Pennywise. Surpresas não vão faltar.

O filme tem momentos arrepiantes e divertidos, mas também se torna um pouco cliché, até “cringy” e demasiado previsível. O fim pode causar algumas revoltas no público. 

O próprio Stephen King fez um tweet sobre o filme em meados de Maio:

Ansiosos pelo Capítulo II ? Deviam estar. Já vi o filme, e é incrível . O trailer vai sair na próxima quinta-feira, ao meio dia. Vocês também vão flutuar. 

Portanto, na opinião de Stephen King, o filme parece fazer justiça ao seu livro. Na minha opinião, não satisfaz tanto como o primeiro filme, mas continua a ser um bom filme de terror na sua totalidade que vale a pena ir ver ao cinema.