“John Wick 3 – Implacável” (“John Wick: Chapter 3 – Parabellum”) ainda está nos cinemas mas o 4º capítulo da saga já tem data de estreia oficial, precisamente para daqui a 2 anos, a 21 de maio de 2021.

A saga que o realizador Chad Stahelski tem encabeçado desde o início, tem continuidade confirmada para o futuro, depois de a Lionsgate ter divulgado entre os fãs a indicação desta data através de um serviço de mensagens escritas como parte da sua campanha promocional para o terceiro capítulo.

Publicidade

O filme mais recente segue novamente John, o personagem interpretado por Keanu Reeves, em fuga depois de ter cometido uma afronta contra as regras da irmandade no seu território. Ao longo dos últimos 5 anos, aquele que parecia um simples filme de ação e vingança tornou-se num enorme sucesso e uma das melhores sagas deste género.

John Wick

Para além disso, os cenários são surpreendentes, Keanu Reeves entrega-se por completo a este papel e a complexidade do mundo construído e da sua mitologia muito próxima da banda desenhada não deixa ninguém indiferente e acaba por destacar o filme dos seus competidores.

Realizado por Chad Stahelski, “John Wick 3 – Implacável” conta no seu elenco com os nomes ilustres de atores como Keanu Reeves, Ian McShane, Laurence Fishburne, Halle Berry, Jason Mantzoukas, Lance Reddick e Anjelica Huston.

Vê também: John Wick 3: Implacável – Uma enxurrada de violência, em duplo sentido

Recentemente, o terceiro capítulo da saga obteve números impressionantes na data de estreia nos Estados Unidos, tendo atingido os 56.8 milhões de dólares em receitas de bilheteira no mercado doméstico (mais 36.4 milhões internacionalmente) e cometeu a proeza de ter destronado “Vingadores: Endgame” do seu reinado de 3 semanas no primeiro lugar dos tops.

Inicialmente, estava previsto que o terceiro capítulo da história fosse o último mas, muito provavelmente tendo em conta o sucesso que atingiu nas bilheteiras e a legião de fãs em torno da aura quase mitológica de John Wick, tudo isso mudou agora e ainda não é tempo de dizer adeus ao Baba Yaga.