Pela primeira vez, Mark Hamill pronuncia-se sobre uma das cenas mais controversas do último filme da Lucasfilm. Atenção, SEGUEM-SE SPOILERS!

“Star Wars: Episódio VIII – Os Últimos Jedi” certamente dividiu os fãs da franchise em bastantes pontos de vista: a personagem Rose Tico, a dinâmica mestre-discípulo entre Luke e Rey, a aparição de Yoda, as inesperadas capacidades de Leia, a utilização do Líder Snoke… enfim, imensos.

Publicidade
Vê também: Hans Zimmer e Harold Faltermeyer comporão a música de “Top Gun: Maverick”

Mark Hamill

Sobre Luke Skywalker, a cena mais polémica será talvez a respetiva morte. Depois dum “duelo” contra Kylo Ren, Luke é observado a desintegrar-se perante o ameno e confortável pôr-do-sol, transformando-se em nada. Na sua conta de Twitter, o ator declara o seguinte:

A FORÇA MATOU O LUKE. Vocês têm de reconhecer a ironia no seu destino. Quase como um viciado que voltou ao seu hábito, mantido limpo durante décadas, apenas para voltar a usar só mais uma vez e depois tragicamente ter uma overdose.

Podes ver a publicação aqui. Nela, Mark partilha também algumas imagens da novela gráfica na qual estão incluídas algumas deixas que não foram originalmente ditas no filme. Posto isto, muitos são os fãs que concordam com este fim de ciclo – a morte de um exausto e frágil Luke perante dois brilhantes sois. No outro lado, estão cinéfilos que absolutamente detestaram como Rian Johnson abordou o personagem, argumentando que a atitude desistente e pessimista de Luke não é coerente com o espírito lutador e esperançoso que conhecemos na trilogia original.

Mark Hamill

Inicialmente, Mark Hamill era igualmente contra esse arco, afirmando a existência de discórdias entre este e o realizador. No entanto, hoje reconhece o seu valor.

Todavia, Mark Hamill encontra-se atualmente nas gravações do nono episódio de “Star Wars”. Quererá isto dizer que Luke reaparecerá da mesma maneira que Obi-Wan? Só o filme poderá dizê-lo. “Star Wars: Episode IX” estreará nos Estados Unidos no dia 20 de dezembro de 2019. Não existem ainda datas confirmadas para Portugal.