A Netflix renovou a comédia negra “Russian Doll”, protagonizada por Natasha Lyonne (“Orange Is the New Black”), para uma segunda temporada de oito episódios. A informação foi avançada durante a conferência anual CODE, no Arizona, na sequência de uma entrevista com Lyonne, a co-criadora e estrela da série, e a vice-presidente da área de conteúdos originais da Netflix Cindy Holland.

“Russian Doll” conta a história de uma mulher chamada Nadia (Natasha Lyonne) durante a sua infindável viagem em loop revisitando a noite da sua festa de aniversário organizada em sua honra em Nova Iorque e as suas incontáveis mortes.

Publicidade

A série foi criada em conjunto por Natasha Lyonne, Amy Poehler e Leslye Headland, todas elas produtoras executivas, com Headland e Lyonne a acumularem também funções de escrita.

O elenco inclui, então, Natasha Lyonne como protagonista mas conta ainda com atores como Greta Lee, Yul Vazquez, Elizabeth Ashley e Charlie Barnett, para além dos convidados Chloë Sevigny, Dascha Polanco, Brendan Sexton III, Rebecca Henderson, Jeremy Bobb, Ritesh Rajan e Jocelyn Bioh.

Russian Doll

“Russian Doll” é produzida pela Universal Television, a produtora de Poehler, Paper Kite Productions, JAX Media e 3 Arts Entertainment. A série conta com uma equipa de escrita e realização integralmente feminina e todos os episódios são realizados por Jamie Babbit, Headland e Lyonne.

Inicialmente, estava previsto que a série contasse com uma terceira temporada mas tendo em conta que a confirmação para uma segunda temporada acontece muito tempo depois da exibição da primeira na plataforma de streaming, não fica claro se esses planos se manterão nem quando os novos episódios entrarão em fase de produção.

Vê também: The Little Drummer Girl – Uma (Excelente) História de Espionagem

A temporada 1 estreou na Netflix em fevereiro de 2019 e rapidamente se tornou num dos seus grandes sucessos deste ano, angariando tanto os louvores da crítica quanto do público, por isso o caminho seguido agora seria mais do que lógico e mesmo que a história não peça mais episódios o que é certo é que assim estava previsto, se as audiências ajudassem.