O filme da Paramount “Masmorras e Dragões” (“Dungeons & Dragons”) ganhou novo argumento e espera-se que o processo de escolha do elenco comece muito em breve, com o estúdio muito interessado num nome sonante para o principal papel masculino.

Uma nova adaptação para cinema do popular jogo de tabuleiro de fantasia tem estado em desenvolvimento há algum tempo, por isso as notícias existentes vão sendo veiculadas aos poucos.

Originalmente, esteve em desenvolvimento na Warner Bros. mas acabou por mudar-se para a Paramount Pictures, com Chris McKay apontado inicialmente para o lugar de realizador.

Vê também: Novo filme de “Doom” ganha subtítulo e trailer

David Leslie Johnson (“The Conjuring – A Evocação”) foi contratado para escrever o argumento e em abril do ano passado, a Paramount confirmou oficialmente que o filme se encontrava na sua lista de desenvolvimentos futuros, isto apesar de se esperar o seu lançamento apenas em 2021.

Michael Gillio entrou para agora para o projeto para reescrever o argumento de Johnson e entregou uma primeira versão que os estúdios apelidam de muito vibrante.

Chris McKay, entretanto, já não está disponível para a realização do filme e, por isso, neste momento essa cadeira encontra-se vaga, estando a Paramount à procura de novo nome para realizador.

Para o seu nome sonante no elenco masculino, estabeleceu uma lista de possibilidades que inclui atores como Will Smith, Josh Brolin, Chris Pratt, Vin Diesel, Matthew McConaughey, Jamie Foxx, Joel Edgerton, Dave Bautista, Jeremy Renner e Johnny Depp.

Muitos destes nomes poderiam verdadeiramente impulsionar aquele que é o maior projeto da franquia que começou em 2000. Nesse ano, “Dungeons & Dragons” foi uma desilusão nas bilheteiras e conseguiu 33 milhões de dólares em receita face a um orçamento de 45 milhões.

Depois do primeiro título, seguiram-se outros dois que passaram diretamente para DVD: “Dungeons & Dragons 2” em 2005 e “Dungeons & Dragons 3” em 2012.

Para já, não existe informação em relação à história deste quarto filme, apesar de a fórmula poder vir precisamente das clássicas campanhas do jogo, que se centram num conjunto de aventureiros.

Os grupos são normalmente uma mistura de guerreiros, feiticeiros e foras-da-lei que levam a cabo aventuras com pouca experiência e crescem para uma composta equipa de poderosos heróis ou vilões.

Com um grande orçamento, um elenco talentoso, boa equipa e argumento, o novo filme da responsabilidade da Paramount pode ressuscitar bons resultados para os títulos da franquia.

Já que o filme é baseado num jogo que inspirou uma série de livros e jogos de vídeo, não existem fronteiras para a quantidade de histórias que podem ser contadas do mesmo modo em filme.

O reboot de “Dungeons & Dragons” estreia em Portugal a 18 de Novembro de 2021.