Um documentário que celebra da obra de Alberto Pimenta, autor de uma vasta obra poética e performática.

Pimenta é um artista, “que se considera um “tolerado”, no mesmíssimo sentido do termo administrativo com que eram designadas as prostitutas em Portugal até cerca de meados do século XX”, como um dia escreveu.

Alberto Pimenta, que divide os poetas em “tolerados” e “tolerantes”, é autor de uma vasta obra poética e performática insubmissa e desafiante.

O ponto de partida são os arquivos, filmados por Edgar Pêra entre 1994 e 2018, de performances, conversas e leituras de Pimenta.