Sam Rockwell está a caminho do elenco do próximo filme de Clint Eastwood, “The Ballad of Richard Jewell”, um drama baseado em factos verdadeiros que, apesar de não haver confirmação oficial, será sucessor de “Correio de Droga” (“Mule”), de 2018 – segundo informação exclusiva da Variety.

O realizador que está à beira dos 90 anos de idade tem energia criativa para dar e vender e este novo filme é prova mais que provada disso mesmo. “The Ballad of Richard Jewell” gira em torno da história de uma segurança injustamente acusado de um atentado à bomba nos Jogos Olímpicos de 1996.

Clint Eastwood sentar-se-á na cadeira de realizador novamente para este novo drama da Disney/Fox, trabalhando a partir de um argumento da autoria de Billy Ray, que anteriormente esteve envolvido em “Operação Overlord” e “The Hunger Games: Os Jogos da Fome” e foi argumentista e criador da agora cancelada série da Amazon “The Last Tycoon”.

The Ballad of Richard Jewell

Em relação ao elenco, os nomes mencionados encontram-se em conversações, embora esteja previsto que Eastwood dê início à produção do filme ainda neste Verão. Sam Rockwell, alegadamente, encontra-se na fase final das conversações para se juntar a “The Ballad of Richard Jewell”, de acordo com a Variety.

O papel de Richard Jewell ainda não tem candidatos conhecidos mas Rockwell será, ao que tudo indica, o advogado de defesa de Jewell, L. Lin Wood, durante a sua provação pública no seguimento do crime de que foi acusado.

Sam Rockwell, relembre-se, ganhou o Óscar para melhore ator secundário por “Três Cartazes à Beira da Estrada”, em 2018 e, recentemente protagonizou a minissérie da FX ” Fosse/Verdon”, apareceu em “The Best of Enemies”, em “Vice” como George W. Bush e retomará o seu papel na próxima temporada da série de animação da Netflix “F is for Family”.

A história do filme gira em torno de Richard Jewell, o segurança que trabalhava nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, e que encontrou uma mochila contendo engenhos explosivos, alertando a polícia e dando ordem para evacuar a zona antes da explosão das bombas.

Vê também: Documentário de Scorsese sobre Dylan na Netflix

Inicialmente tido como herói, uma peça jornalística do Atlanta Journal Constitution acabaria por transformá-lo em suspeito da tentativa de ataque terrorista. Em última instância, Richard Jewell acabaria por ser ilibado, mas este acontecimento teria graves consequências na sua vida pessoal. Jewell faleceu em 2007 na sequência de problemas cardíacos, aos 44 anos, devido a complicações relacionadas com diabetes.

Clint Eastwood, que ganhou a estatueta dourada para melhor realizador por “Imperdoável” e “Million Dollar Baby – Sonhos Vencidos”, vem de realizar o seu mais recente filme, “Correio de Droga”. O seu trabalho mais recente tem estado focado em histórias que fizeram as parangonas de jornais e, de uma maneira ou de outra, mostram o poder dos meios de comunicação nos julgamentos em praça pública, como é o caso de Richard Jewell.

The Ballad of Richard Jewell

“The Ballad of Richard Jewell” tem andado em fase de pré-produção já há cerca de 5 anos, sendo anteriormente o projeto da 20th Century Fox que já teve Jonah Hill alinhado para interpretar Jewell e Leonardo DiCaprio como seu advogado, o papel que agora cabe a Rockwell.

Para já, Leonardo DiCaprio marcará a sua presença apenas na produção, através da sua empresa Appian Way, juntamente com Jennifer Davisson, Kevin Misher, Tim Moore e Jessica Meier. Eastwood, para além de realizador, também se encontra envolvido na produção, através da sua empresa de produção, a Malpaso.