“O Homem Invisível”, “Emma.” e “The Hunt” serão lançados esta sexta-feira em videoclube nos EUA por $19.99 (48 horas) quebrando a barreira de 4 meses entre a estreia nos cinemas e a passagem aos restantes meios de divulgação.

“O Homem Invisível” estreou a 28 de fevereiro nos EUA e arrecadou até agora 64M$ em solo americano, mas no último fim-de-semana teve uma quebra de 60%, ao começar a sentir-se o impacto do surto de COVID-19 nos EUA. Os resultados do fim-de-semana de 13 a 15 de março foram os mais baixos desde setembro de 2000 no geral e desde março de 1995 para os valores da 11ª semana do ano.

“Emma.” teve a sua expansão para cerca de 1500 salas de cinema a 6 de março e arrecadou 10M$ e “The Hunt” estreou a 13 de março com apenas 5,75M$ (metade do valor esperado). Mas para além, dos três filmes referidos, a maior barreira a ser quebrada será a de “Trolls: Tour Mundial” que estreará nos cinemas e em videoclube no mesmo dia. Por agora, a estreia da sequela de animação está marcada para a Páscoa, mas tudo pode mudar consoante as cirscunstâncias.

Relativamente a Portugal, “O Homem Invisível” estreou a 5 de março e “Emma.” estava previsto para 16 de abril, não havendo confirmação para “The Hunt” (que provavelmente estreará em VOD como os filmes de “A Purga”). Até agora as medidas da Universal Pictures serão aplicadas apenas nos EUA, embora em França também esteja a ser desenvolvido um plano semelhante.

A situação atual de encerramento de praticamente todos os cinemas em Portugal, depois da NOS e UCI terem-se juntado à Castello Lopes e outros cinemas, coloca uma grande incerteza no calendário de estreias dos próximos meses, que terá de ser totalmente reorganizado.