Com a cerimónia cancelada pelo surto de COVID-19, o grande vencedor dos Razzie Awards foi tal como esperado o desastroso “Cats”.

“Cats”, um desastre de bilheteiras ao arrecadar apenas 74 milhões de dólares a nível mundial com um orçamento a rondar os 100M$, foi também um desastre junto da opinião dos críticos (20% no Rotten Tomatoes) e dos espectadores (2,8/10 no IMDb, 27º pior filme de sempre no site de cinema mais visitado do mundo).

“Rambo: A Última Batalha”, o outro grande vencedor, teve uma receção bipolar entre críticos (27%) e audiências (82%) no Rotten Tomatoes e uma nota razoavelmente boa para um quinto filme de uma saga com 6,2/10.

Pior Filme – “Cats”, de Tom Hooper

Pior Realização – Tom Hooper, “Cats”

Pior Ator Principal – John Travolta, “The Fanatic” e “Trading Paint”

Pior Atriz Principal – Hilary Duff, “O Espectro de Sharon Tate”

Pior Ator Secundário – James Corden, “Cats”

Pior Atriz Secundária – Rebel Wilson, “Cats”

Pior Dupla no Ecrã – Quaisquer ‘bolas de pêlo’ meio-felinas/meio-humanas em “Cats”

Pior Argumento – Lee Hall e Tom Hooper, “Cats”

Pior Remake, Rip-Off ou Sequela – “Rambo: A Última Batalha”, de Adrian Grünberg

Pior Desrespeito pela Vida Humana e Propriedade Pública – “Rambo: A Última Batalha”, de Adrian Grünberg

Prémio de Redenção – Eddie Murphy, “Chamem-me Dolemite”

Vencedor de 6 prémios “Cats” foi declarado o pior filme de 2019, numa lista de prémios que premiou ainda Eddie Murphy com o Prémio de Redenção, entregue aos atores que conseguiram mudar o rumo desastroso da sua carreira. Murphy venceu pelo seu desempenho no aclamado “Chamem-me Dolemite”.