O

Os dois realizadores de nacionalidade brasileira ganharam os principais prémios do IndieLisboa: Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa e o Prémio Especial do Júri TVCine & Series.

Segundo a realizadora – que liderou uma equipa maioritariamente feminina, de amigas – o filme mostra:

…a mulher olhando para a mulher sem as tintas da delicadeza, do sentimental e toda aquela moldura educadora da tal e tradicional feminilidade…

Gustavo Vinagre não é uma novidade no IndieLisboa. Em 2017 o realizador marcou presença no festival com a curta “Os cuidados que se tem com o cuidado que os outros devem ter consigo mesmo”. Voltou este ano  com “Lembro Mais dos Corvos”, a sua primeira longa metragem, totalmente dedicada à atriz trans Júlia Katharine.

IndieLisboa
“Lembro Mais dos Corvos” de Gustavo Vinagre

Nas curtas, os vencedores foram a alemã Réka Bucsi com “Solar Walk” (Grande Prémio do concurso internacional) e o português João Viana, com “Our Madness”.

Confere todos os vencedores:

  • Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa EX-AEQUO: “Baronesa” de Juliana Antunes/”Lembro Mais dos Corvos” de Gustavo Vinagre
  • Prémio Especial do Júri canais TVCine & Series EX-AEQUO: “Baronesa” de Juliana Antunes/”Lembro Mais dos Corvos” de Gustavo Vinagre
  • Grande Prémio de Curta Metragem: “Solar Walk” de Réka Bucsi
  • Prémio Silvestre para Melhor Curta Metragem: “Braguino” de Clément Cogitore
  • Prémio Turismo de Macau para Melhor Animação: “Rabbit’s Blood” de Sarina Nihei
  • Prémio Turismo de Macau para Melhor Documentário: “La bonne education” de GuYu
  • Prémio Turismo de Macau para Melhor Ficção: “Matria” de Álvaro Gago
  • Prémio Allianz para Melhor Longa Metragem Portuguesa: “Our Madness” de João Viana
  • Prémio Dolce Gusto para Melhor Curta Metragem Portuguesa: “Os Mortos” de Gonçalo Robalo
  • Prémio Melhor Realizador para Longa Metragem Portuguesa: André Gil Mata pela “A Árvore”
  • Prémio Novo Talento FCSH/Nova: “Amor, Avenidas Novas” de Duarte Coimbra
  • Prémio Novíssimos Walla Collective + Portugal Film: “Infância, Adolescência, Juventude” de Rúben Gonçalves